Alimentos afrodisíacos: veja quais realmente funcionam

Veja também aqueles que sempre tiveram fama de melhorar a vida sexual, mas que na verdade não são indicados

POR BRUNA STUPPIELLO - ATUALIZADO EM 19/07/2016

A libido baixa pode ser causada por diversos fatores, como estresse, disfunção hormonal, uso de medicamentos (anti-hipertensivos, calmantes, anticoncepcionais, antidepressivos) e a presença de algumas doenças como diabetes e depressão. "A disfunção erétil (dificuldade de ter ou de manter a ereção) pode ser o resultado de uma doença vascular", conta a nutróloga e pós-graduada em medicina ortomolecular Tamara Mazaracki. Por isso, diante de baixa libido ou disfunção erétil é essencial procurar orientação médica.

Dito isto, saiba que em alguns casos os alimentos também podem trazer melhorias para a vida sexual. Essas comidas e bebidas agem de duas formas: melhorando o fluxo sanguíneo nos órgãos genitais e/ou estimulando diretamente alguns hormônios, especialmente a testosterona. A seguir, listamos os alimentos mais conhecidos por melhorar a vida sexual e explicamos quais deles realmente funcionam:

Amendoim

O amendoim ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo para os órgãos genitais e isto contribui para o aumento da libido. "Amendoim é um alimento fonte de argilina, um aminoácido que estimula o óxido nítrico, capaz de promover maior circulação sanguínea na região do pênis ou do clitóris", explica o nutrólogo Roberto Navarro.

A vitamina E presente no amendoim também contribui para o aumento de fluxo sanguíneo na região dos órgãos genitais. E a niacina, vitamina do complexo B, possui ação vasodilatadora. Segundo a nutróloga e pós-graduada em medicina ortomolecular Tamara Marazacki, comer uma colher de sopa cheia por dia é o suficiente para ter boas quantidades dos nutrientes do amendoim. Vale lembrar, no entanto, que se trata de um alimento muito calórico e quando consumido em doses excessivas pode ocasionar ganho de peso.