Nove dicas para fazer o seu intestino funcionar

Ajustes na alimentação e a prática regular de exercícios são fundamentais

POR REDAÇÃO - ATUALIZADO EM 19/12/2016

Reclamar e tomar laxantes são as atitudes mais comuns de quem sofre de intestino preso. Só que isso não resolve o problema. Na verdade, só complica a situação, uma vez que o problema não é, de fato, tratado. Mas há o outro extremo também.

Muitos acham que sofrem do problema só porque não consegue ir ao banheiro diariamente. "O intervalo para eliminação das fezes pode variar de três vezes por dia a três vezes na semana e todos são considerados normais", afirma o gastroenterologista Roberto Carvalho Filho, da Universidade Federal de São Paulo.

Além da frequência, o diagnóstico de um problema intestinal leva em conta sintomas como dor e distensão abdominal, esforço excessivo durante a eliminação das fezes, sangramento e sensação de insatisfação. Se, volta e meia, esses sinais incomodam você, atente para as dicas dos especialistas e ganhe mais qualidade de vida.

Não espere a vontade passar

Algumas vezes, a alimentação é equilibrada, mas a distância do banheiro de casa impede o intestino de funcionar. Esse é um reflexo psicológico muito comum entre as mulheres e perfeitamente contornável, desde que, aparecendo a vontade, não haja resistência. Se o reflexo do intestino não é respeitado, as fezes se acumulam. Enquanto isso, o intestino vai absorvendo a água contida nelas, dificultando a eliminação posterior.