Conheça dicas práticas para se manter firme na dieta

Perder peso pode ser gostoso se você não encarar as mudanças de cara feia

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 22/11/2010

Fazer dieta não precisa ser um sofrimento. Basta ter informações corretas para não escorregar na escolha dos alimentos e seguir com disciplina o cardápio. Mas, se preparar os pratos dá preguiça e evitar as guloseimas fora de hora está ficando quase impossível, você pode estar sofrendo mais do que o necessário. Para não desistir no meio do caminho, algumas dicas são importantes.

Entenda sua dieta
Tentar entender a dieta escolhida e os itens presentes nela é fundamental para se ter intimidade com o que vai comer e o quanto de cada alimento pode ser ingerido. Assim, fica fácil fazer substituições ou adequar as quantidades na próxima refeição quando você caprichar mais na colherada. Ler e se atualizar sobre a importância da alimentação saudável e de alimentos específicos pode contribuir. Além de emagrecer, a dieta também pode ajudar a gerar benefícios para a saúde, por meio do controle das gorduras e dos açúcares, que contribuem para um melhora na qualidade de vida em geral.

PUBLICIDADE
Mude os hábitos alimentares - Foto: Getty Images
Dieta não precisa ser sinônimo de estresse

Outra dica importante é não sair de casa com o estômago vazio, que pode interferir na escolha de alimentos menos calóricos. Comer alguma coisa antes de ir ao supermercado, por exemplo, tira a ansiedade na hora da compra, explica o endocrinologista Omar Botter. O médico também alerta para a falta de organização na hora das compras. "Fazer uma lista de compras pode ajudar a fugir das armadilhas presentes nas gôndolas de salgadinhos, chocolates e biscoitos", diz.

Permita-se experimentar novos alimentos que podem ser ótimas soluções na hora da fome, como as frutas e cereais em barra, por exemplo. Organizar, em casa ou no trabalho, o local para guardar os alimentos também pode ajudar. Deixe mais à frente, no armário ou na geladeira, os itens que fazem parte da dieta e afaste do olhar aqueles produtos que são proibidos na sua lista. Lembre-se: quanto mais perto, mais tentador.

Seja firme e não ceda
Não se engane: os deslizes no decorrer da dieta são comuns, mas não podem ser frequentes. Se você comeu mais do que podia, corrija o mais rápido possível, no próximo dia ou até mesmo na próxima refeição. Por isso, é importante selecionar previamente os lugares que não deve frequentar enquanto estiver com o cardápio restrito, como restaurantes que não ofereçam opções light, por exemplo.

Dieta não é uma ditadura. Tampouco você precisa desmarcar encontros ou viagens por causa dela, mas é preciso contar com a colaboração dos mais próximos - parentes, amigos, namorado - e avisar sobre seus objetivos e a importância da ajuda deles para atingir suas metas.

"Ser persistente nas decisões dos lugares onde ir com a turma ou do local escolhido para um jantar romântico é fundamental para um resultado bem sucedido", pondera a psicóloga Leia Pinheiro.

Avançar aos poucos, com a criação de metas semanais, pode contribuir para alcançar o objetivo final. Se a intenção é perder 10 quilos, tente estabelecer quanto se deve emagrecer a cada dia, forçando-se a cumprir o resultado estabelecido. Dessa forma, fica mais fácil controlar quando bater aquela vontade de atacar o primeiro doce que aparecer na sua frente. Mas, se mesmo assim, o desejo for muito forte, pense em outra coisa, desvie a atenção da comida.

Estabelecer atividades ao longo do dia pode ser um aliado importante na hora do desespero. "Ler um livro, assistir a um filme, ligar para um amigo, arrumar um armário ou até mesmo fazer uma caminhada leve podem ser boas soluções para a ansiedade no início da dieta", explica Leila. O mais importante é tirar o foco da alimentação entre as refeições, ocupando-se com atividades de distração.