Overtraining

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 06/08/2004

Overtraining

Atualmente o número de praticantes de atividades físicas vêm crescendo - ainda bem ! Mas , é importante lembrar que as pessoas muitas vezes podem estar praticando exercícios além das suas capacidades, ou seja, seu nível de aptidão física não está de acordo com a atividade. Entre os problemas mais comuns, podemos citar o over training, ou ainda strain, que nada mais é do que o super treinamento. Ao contrário do que as pessoas pensam, não é necessário muito exercício para um indivíduo apresentar um quadro de over training, principalmente os iniciantes, que pequenas doses de exercícios já são suficientes para depletar as condições físicas do indivíduo.

Para ilustrar o over training, podemos dar um exemplo: um indivíduo que se condicionou dentro de um programa correto de treinamento, respeitando as suas condições físicas, para correr uma maratona, termina a prova em melhor condição do que um indivíduo sedentário que se propõem de uma hora para outra correr cinco quilômetros. Este sedentário irá sofrer muito mais os exageros do que o indivíduo que correu a maratona, pois um estava apto para o exercício mais extenuante e o outro não estava apto para um exercício aparentemente mais leve.





O over training poderá ser detectado através de algumas evidências constatáveis, são elas:

- falta de apetite
- perda de peso
- diminuição do estado geral
- dores articulares e musculares
- aumento da freqüência cardíaca
- excitabilidade, problemas digestivos, irritabilidade, diminuição da capacidade de concentração, aumento da tensão arterial, angústia, hipoxia(redução constante da pressão de oxigênio no sangue)
- transtornos no metabolismo
- tensão muscular geral, diminuição da coordenação motora
- diarréia
- insônia
- lesões musculares constantes, lassidão, etc.

Esses sintomas aparecem juntamente com a queda do rendimento nos exercícios, e é muito comum as pessoas acharem que estão caindo de produção por estarem mal condicionadas e então comente o erro absurdo de aumentar a carga de exercícios, agravando ainda mais o estado de over training.

Com isso comprovamos mais uma vez a importância da orientação e na elaboração de um programa de exercícios físicos, pois, num caso de over training, ao invés de estarmos ganhando saúde através dos exercícios, muito pelo contrário, estamos depletando a nossa saúde.











PUBLICIDADE