Ai que sede! Saiba tudo sobre hidratação

A água é uma substância essencial para vida.

POR REDAÇÃO - ATUALIZADO EM 14/04/2010

Dra. Alessandra Rascovski Gobbi
Endocrinologia e Metabologia - CRM 80126/SP
especialista minha vida

Você sabia que o nosso corpo sobrevive mais tempo sem alimento do que sem água? A necessidade de água do organismo aumenta com a atividade física e com a elevação da temperatura ambiente, situações em que o corpo transpira mais e, portanto, requer um aporte maior de líquidos para repor adequadamente as perdas, evitando assim a desidratação.

A água é uma substância composta por oxigênio e hidrogênio, e possui um papel fundamental no organismo. O corpo é composto de 50% a 75% de água, sendo que este percentual varia de acordo com sexo e idade.

Quanto o nosso corpo necessita de água
É importante lembrar que não devemos esperar ter sede para começar a tomar água. Quando sentimos sede já estamos levemente desidratados.

A quantidade consumida de líquido media em adultos deve variar de 35 a 40ml de água por quilo de peso corporal. (Fonte: Adaptado de Waitzberg, 2001).

PUBLICIDADE
"O corpo é composto de 50% a 75% de água, sendo que este percentual varia de acordo com sexo e idade".

À medida que envelhecemos, ocorre uma diminuição da proporção de água no organismo. Uma das maneiras fáceis de avaliar se ingerimos líquidos adequadamente é observar a coloração da urina.

Quanto mais clarinha, melhor nosso estado de hidratação. Os líquidos devem ser ingeridos para que possamos manter a hidratação do corpo.

No verão, o chá e o suco também auxiliam, mas vale lembrar que este último, contém calorias (neste caso não deve se acrescentar açúcar). Com relação aos chás, opte pelos de ervas ou descafeínado.

"É importante lembrar que não devemos esperar ter sede para começar a tomar água. Quando sentimos sede já estamos levemente desidratados".

As bebidas que devem ser evitadas em excesso são os refrigerantes, pois a capacidade de hidratação é pequena, em virtude da presença de gás e do alto teor de açúcar, as alcoólicas, estimulam ainda mais a perda de água pela urina, além de serem calóricas.

Os isotônicos contêm um teor de sais minerais elevado, sendo mais indicados para atletas, os quais têm uma perda muito intensa de água e sais minerais através do suor, necessitando de uma reposição rápida, obtida com esse tipo de bebida.

O que pode acontecer no seu corpo quando você fica desidratado:
- Perda de energia
- Diminuição da performance durante o exercício
- Cãibras
- Dor de cabeça leve a moderada
- Náuseas e dores de cabeça mais fortes
- Pressão baixa - é a queixa mais comum no verão, pois no calor os nossos vasos dilatam e existe uma maior dificuldade do sangue, que circula nas pernas, voltar para o coração, isso na maioria das vezes, pode ser tratada com uma melhor hidratação.

"Uma das maneiras fáceis de avaliar se ingerimos líquidos adequadamente é observar a coloração da urina".

Saiba mais sobre as bebidas e suas calorias:
Refrigerante (250 ml): 115 calorias
Suco de limão (250 ml): 20 calorias
Suco de abacaxi (250 ml): 120 calorias
Suco de laranja (250 ml): 160 calorias
Água de coco (250 ml): 40 calorias
Gatorade (200 ml): 48 calorias
Cerveja (350 ml): 147 calorias
Caipirinha de vódca (1 dose): 160 calorias
Vinho (120 ml): 110 calorias
Chope (150 ml): 126 calorias
Lícor (50 ml) 170 calorias
Uísque ou vódca (50 ml): 108 calorias

"Alimentos contaminados normalmente provocam vômitos e diarréias, gerando perigosos quadros de desidratação".

Outra dica para essa época do ano, incluir mais frutas, verduras e legumes nas refeições. Esses alimentos contêm cerca de 80% a 90% de água e, em sua maioria, têm menos calorias e muitas fibras e vitaminas.

Vale também consumir sucos naturais ou picolés de frutas, que no calor são uma delícia! Além de tudo, é fundamental estar atento aos cuidados de higiene, que devem ser redobrados no verão, porque o calor e a umidade típicos da estação favorecem o crescimento de fungos e bactérias.

Alimentos contaminados normalmente provocam vômitos e diarréias, gerando perigosos quadros de desidratação. As crianças são as principais vítimas.

Nos restaurantes, prefira pratos cozidos ou grelhados. Evite sugestões regadas com molhos - onde as bactérias adoram crescer.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Lembre-se: receitas preparadas com ovos crus, como maionese, mousses, sanduíches são alvos fáceis de contaminação e deveriam ser banidas das opções de verão.

Com a água, então, todo zelo é pouco. Até mesmo o gelo da caipirinha, da raspadinha e do suco se torna ameaçador, afinal a gente nunca sabe se aquele bar atraente e confortável à beira da praia está congelando água limpa e potável.