Shiatsu e sexo

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 26/11/2004

Deitar o(a) parceiro(a) de costas para você, massagear seus ombros, nuca, ir correndo a mão pelas costas lentamente, tocando vértebra por vértebra, chegar à cintura e não parar por aí. Essa pequena introdução a preliminares eróticas pode ser intuitiva, relaxante e prazerosa (quem já fez ou recebeu sabe). Entretanto, existem técnicas específicas da terapia oriental que podem dar um toque a mais à "brincadeira".

A utilização do shiatsu ("pressão dos dedos", literalmente) pode servir como um combustível extra para a intimidade do casal e para o mútuo conhecimento. Especialistas garantem a eficácia da aplicação da massagem que aumenta a energia e a disposição sexuais, em relacionamentos nos quais há atração e desejo.



Outro ponto forte da técnica está no relaxamento muscular e na diminuição da tensão. O shiatsu costuma ser recomendado para combater o estresse no trabalho e é utilizado no esporte, principalmente por pilotos de Fórmula 1. Conseqüentemente, relaxar e "desencanar" da loucura cotidiana ajuda no desempenho erótico.



Referências bibliográficas apontam a técnica como cura para frigidez, impotência e ejaculação precoce, mas existem controvérsias. A recomendação, feita por shiatsuterapeutas, é que em casos sérios de distúrbios sexuais seja procurado um especialista, em medicina tradicional ou alternativa, e que não adianta se enganar acreditando ser suficiente um curso rápido de shiatsu para resolver problemas de desempenho e/ou relacionamento sexual.









PUBLICIDADE