Comida ou presente de Grego?

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 03/02/2005

A Grécia é a capital mundial da cultura, isso ninguém contesta! E na culinária também não ficam para trás. Quando tocamos neste assunto todos pensam logo no Arroz à Grega. Mas não é somente esta delicia que compõe a culinária grega. Pratos variados e muito saudáveis compõem a mesa dos gregos e agradam o paladar de milhares de turistas que visitam a região. E, quem vai se deliciar com a maravilhosa culinária grega são os atletas do mundo todo que participarão das Olimpíadas 2004 em Atenas.

O famoso médico grego Hipócrates defendia que a alimentação era o melhor meio de combater a doença. Baseando-se em estudos, Hipócrates deixou aos gregos livros e mais livros que ensinavam como a alimentação poderia promover a saúde. Por isso, além de muito sabor, a culinária grega também nos oferece muita saúde.



Graças ao seu clima e posição geográfica, junto ao Mediterrâneo, a Grécia tem o privilégio de produzir ingredientes muito saborosos; as frutas e as verduras amadurecem em todo seu esplendor, sem umidade, com toda intensidade dos aromas, cores e nuances ao paladar. Cercada de mares por todos os lados é claro que peixes e frutos do mar são muito comuns na mesa dos gregos. Segundo Dra. Iara Pasqua, nutricionista, "atum, dourado, camarão, marisco, lulas já eram consumidos pelos gregos antigos e continuam fazendo parte da culinária grega atual como pratos principais ou em entradas como a famosa sopa de peixe". "As aves também são apreciadas, principalmente o ganso. Já as carnes vermelhas não são muito consumidas", completa Iara. De acordo com Dr. Décio, médico Oftalmologista e amante da Grécia e presença constante lá, "os petiscos são também bastante consumidos. Não existe beber sem comer. Os patês mais famosos para comer com pão são os de berinjela (melitzanosalata), coalhada com pepino e alho (tzatziki) ou de ovas de peixe (taramosalata); tomates, abobrinhas, pimentões ou berinjelas recheados (gemisto) com carne e molho; bolinhos de polvo ou de carne (keftedes) e queijo grelhado (saganaki)."

Iara salienta que "com uma alimentação tão rica, é claro que as saladas não podiam faltar! Geralmente são saladas simples com folhas de alface, mas não podem faltar os tomates e pepinos. Esses legumes são tão comuns que os gregos guardam pepinos e tomates e comem como petiscos a qualquer hora do dia".

E, para regar a salada é claro que tem que ser o azeite de oliva. Com uma imensa plantação de oliveira, o azeite de oliva é essencial na culinária grega e muito famoso por sua qualidade. Querem combinação melhor?! Peixes, azeite de oliva e saladas são alimentos fundamentais para uma boa saúde! E não somente no verão.

Os gregos também são grandes consumidores de grãos. A cevada era o alimento básico dos gregos antigos. Atualmente também Iara diz que "consomem avidamente o trigo grão-de-bico, lentilha, favas e outras leguminosas que além de muita fibra fornecem excelentes nutrientes para nosso organismo. O mel, o leite de cabra também são alimentos comuns entre os gregos."

Para completar o famoso "elenco" da culinária grega não podemos esquecer o vinho. Além das oliveiras as vinhas também dão seu ar de graça à paisagem grega e o vinho é a bebida mais consumida na Grécia.



Não é presente de grego, mas é o café grego

Igual à todos os países europeus, existem na Grécia muitas cafeterias, e, o café é uma mania grega tão notada como a brasileira. Pode ser tomado forte, feito à maneira árabe, ou quando o dia estiver muito quente, gelado, batido com leite ou com licor Baileys. Fica uma delícia. Vem sempre acompanhado de um copo de água.

Para nós, a culinária grega é um exemplo de sabor e saúde. Com uma ampla variedade de frutas, grãos, carnes magras, os gregos conseguem ter uma alimentação saborosa e muito nutritiva.

Vale a pena experimentar algumas receitinhas gregas características que Dra. Iara e Dr. Décio selecionaram, confira:



Salada Grega (xoriátika)

Ingredientes

1 fatia de queijo de cabra
1 pepino cru
100 g de azeitonas pretas
2 tomates
cebola
pimentão verde
azeite de oliva
orégano

Modo de Preparo

Corte o queijo, o pepino e o tomate em cubos. Coloque os ingredientes cortados, em cubos e as azeitonas inteiras, inclusive o pimentão. Regue com o azeite de oliva e orégano. O tomate deve ser colocado por último devido à quantidade de líquido que ele libera.

Mussaká

Ingredientes

400 gramas de carne moída (coxão mole, patinho ou cordeiro)
1 cebola grande bem picada
1 dente de alho bem picado
500 gramas de polpa de tomate
1 col. (chá) de canela
1 col. (sopa) de orégano
2 col. (sopa) de salsinha picada
60g de manteiga (além da de untar)
600 ml de leite
1/3 de xic. (chá) de farinha de trigo
4 berinjelas médias
2 ovos
azeite
sal e pimenta do reino à gosto
queijo bem curado (ou parmesão) para polvilhar e gratinar

Modo de fazer

Cubra o fundo de uma panela média com azeite e nele doure a cebola. Junte o alho e, assim que sair perfume adicione a carne e misture bem, juntando uma colher (chá) de sal e pimenta a gosto. Quando a carne mudar de cor, coloque a polpa de tomate e deixe ferver. Abaixe o fogo e cozinhe com a panela semitampada por cerca de 1 hora, mexendo de vez enquando e adicionando, se secar muito, um pouco de água.

Quando o molho estiver pronto, a água vai estar evaporada e a gordura irá se separar do molho. Acerte o sal, a pimenta, junte a canela, o orégano e a salsinha picada. Retire do fogo e reserve.







PUBLICIDADE