Dieta Gracie: combine os alimentos certos para perder peso em 2 meses

Livro mostra os pilares da alimentação da família Gracie: sem lanches entre refeições e muito autocontrole são o segredo do sucesso

POR AMANDA CRUZ - PUBLICADO EM 04/01/2018

Atletas costumam ser sinônimo de força, resistência e, claro, saúde. Tudo isso é conquistado com muito treino, mas também com uma boa alimentação, essencial para alcançar bons resultados. Foi pensando nisso que a família Gracie, tradicional na história do jiu-jitsu no Brasil e no mundo, criou sua própria forma de se alimentar: a dieta Gracie.

PUBLICIDADE

"Meu tio, Carlos Gracie, desenvolveu este método com base em suas observações dos efeitos dos vários tipos de alimentos no organismo. Seu propósito original era assegurar que os membros da família estivessem preparados para defender o nome Gracie numa luta contra qualquer um, a qualquer hora e em qualquer lugar", explica Rorion Gracie, no livro de sua autoria, A Dieta Gracie (editora Benvirá).

Mas, como praticamente toda dieta, a dificuldade está justamente em ter consistência, em manter o plano alimentar por bastante tempo. Na Dieta Gracie, a forma de contornar esse problema foi apostando no mesmo sistema de graduação de faixas, aquele usado por quem treina jiu-jitsu.

"Quando meus alunos iniciam o curso de defesa pessoal, começam pela faixa branca e evoluem até a preta. Usando a mesma analogia da mudança gradativa de faixas, acredito ter achado a fórmula para seu sucesso na Dieta Gracie", diz Rorion, que também é criador do Ultimate Fighting Championship (UFC).

Sistema de Graduação de Faixas na Dieta Gracie

Na dieta, o ideal é mudar de faixa, no máximo, a cada duas semanas. Se você já tiver em sua rotina alguns dos hábitos propostos na faixa branca, por exemplo, comece a introduzir os hábitos da faixa seguinte e assim por diante.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Faixa branca

  • Tome um copo d'água ao acordar
  • Lave as mãos antes das refeições
  • Durante a primeira semana, anote tudo que comer e beber, e o horário

Faixa azul

  • Mantenha os hábitos da faixa branca
  • Gradualmente elimine as sobremesas após as refeições de panela
  • Elimine os refrigerantes

Faixa roxa

  • Mantenha os hábitos da faixa azul
  • Comece a seguir as combinações da Tabela da Dieta Gracie (confira abaixo)
  • Elimine a carne de porco e seus derivados

Faixa marrom

  • Mantenha os hábitos da faixa roxa
  • Respeite um espaço mínimo de quatro horas e meia entre as refeições
  • Coma corretamente seis dias na semana

Faixa preta

  • Mantenha os hábitos da faixa marrom
  • Coma do jeito certo todos os dias da semana
  • Compartilhe seu conhecimento
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

"Mesmo que você 'escorregue' e cometa um erro aqui, outro ali, o importante é aceitar que esse processo de reeducação não é fácil e que esses 'tropeços' fazem parte da mudança, não significam que você 'falhou'. Muito pelo contrário, você na realidade está demonstrando muita perseverança ao continuar tentando mudar hábitos antigos", destaca Rorion no livro.

Como combinar os alimentos

Ter uma alimentação saudável é muito importante, mas a família Gracie acredita ainda mais no poder da combinação entre esses alimentos. "Não se trata de aparência, aroma ou paladar. O objetivo principal é combinar os alimentos de maneira a evitar fermentação e acidez durante o processo digestivo", explica o autor. Dessa forma, a tal "combinação" entre os alimentos significa que, com as misturas certas, você pode melhorar ou prejudicar a digestão e acidez.

"Ao longo de várias décadas, o trabalho do tio Carlos foi identificar que tipos de alimentos podem ser misturados entre si e quais só podem ser consumidos sozinhos. Isto respeitando igualmente o conceito fundamental de manter um intervalo mínimo de quatro horas e meia entre as refeições, que tem como finalidade dar ao organismo tempo para fazer a completa digestão de cada refeição. A busca da alcalinização do organismo é a essência da Dieta Gracie", completa Rorion. No livro, há uma extensa tabela de alimentos permitidos, além de combinações possíveis entre eles, mas abaixo você confere um pouco sobre cada grupo:

Grupo A

Composto por carnes (menos a de porco), frutos do mar, legumes, verduras, gorduras e oleaginosas. Combinam entre si e mais um alimento do Grupo B.

Grupo B

Alimentos com amido, como arroz, batatas, aveia, grãos, mandioca, milho, trigo, etc. Não podem ser combinados entre si, ou seja, não pode ter arroz e feijão na mesma refeição. Combina com o grupo A, F e C.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Grupo C

Frutas doces e outros alimentos doces (naturais, como o mel e o melado de cana), queijos frescos. Combinam entre si e com alimentos do Grupo B, desde que não sejam preparados com gorduras ou similares.

Grupo D

Frutas ácidas. Não combinam entre si ou com nenhum outro grupo. Não pode ser comida mais de duas vezes na semana.

Grupo E

Banana crua, combina com frutas doces e queijos frescos. É incompatível com alimentos dos Grupos A e B, oleaginosas e gorduras em geral.

Grupo F

Leite, compatível com alimentos do grupo B, pupunha, banana e adoçantes artificiais. Incompatível com o grupo A, abacate, frutas secas e oleaginosas.

Dieta Gracie para perder peso

O autor explica que uma forma de criar autocontrole e, consequentemente, a perda de peso, é comer um pouco menos do que normalmente você comeria. "Escolha um dos seus alimentos favoritos e diga a si mesmo: 'Eu vou encher meu tanque somente 80%!'. Se conseguir 'ganhar' esse jogo, estará dando um grande passo em direção ao desenvolvimento da autodisciplina e de hábitos alimentares saudáveis. Você vai ficar impressionado ao ver como pode ser fácil reduzir a quantidade de alimento e atingir ótimos resultados com menos comida", explica.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

"Uma regra de ouro: acostume-se a levantar da mesa sabendo que poderia comer mais. Afinal de contas, daqui a quatro horas e meia você já estará comendo novamente! Comer menos a cada refeição é bom para o corpo e melhor ainda para a mente. Nunca é demais repetir quanto a prática da disciplina alimentar é importante para a sua saúde. E todo mundo sabe que com disciplina nada é impossível", completa. Entretanto, lembre-se sempre de buscar orientação especializada antes de iniciar qualquer dieta.