Quem tem intolerância não pode tomar leite? Veja 5 mitos e verdades sobre a lactose

Leite e derivados podem continuar fazendo parte do cardápio, com algumas adaptações - igualmente saborosas

POR INFORME PUBLICITÁRIO - PUBLICADO EM 03/09/2018

De um lado, o leite é considerado uma excelente fonte de cálcio e proteína para o organismo, além de ser muito saboroso. Do outro, pode causar desconfortos àqueles que têm intolerância à lactose ou mesmo alergia à proteína do leite. Como equilibrar, então, o consumo deste alimento?

PUBLICIDADE

Antes de retirá-lo completamente da dieta, é preciso entender por que ele é associado a desconfortos como gases, náuseas, dores abdominais e outros. O mal-estar surge quando o organismo não consegue digerir a lactose, açúcar natural do leite, que também pode ser encontrado em seus principais derivados, como iogurtes, bolos, sorvetes e pães.

Isso não significa que você deva retirar todo e qualquer alimento lácteo da dieta, de uma vez por todas. Isso porque o leite conta com muitos nutrientes importantes para a saúde, apesar de estar cercado por mitos.

Você sabe quais são eles? Descubra na lista abaixo:

1 ? Todos os produtos lácteos têm lactose?

Mito. Nem todos os produtos feitos a partir do leite contêm lactose, já que este açúcar pode ser eliminado durante o processo de fabricação do alimento, como é o caso de alguns queijos e leites. Outro exemplo são os iogurtes Zero Lactose Vigor, que preservam os mesmos nutrientes e sabor dos iogurtes comuns.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

A linha Zero Lactose de Vigor foi desenvolvida especialmente para aqueles que seguem uma dieta restritiva, por livre escolha ou devido à intolerância à lactose. Apesar de não contar com esse açúcar entre os ingredientes principais, os iogurtes zero lactose de Vigor mantêm a cremosidade tradicional que a gente adora, sem abrir mão da saúde.

São duas opções para você conhecer: a linha Grego Zero Lactose e a linha Natural Zero Lactose. A primeira conta com os sabores tradicional e frutas vermelhas, além das versões Zero Gordura nos sabores tradicional e morango; já a segunda traz os sabores ameixa, desnatado e tradicional, todos irresistíveis.

As duas linhas combinam com frutas, cereais e grãos e podem ser consumidas em qualquer momento do dia, como complemento de receitas ou snack prático entre as refeições.

2 ? Alergia ao leite e intolerância à lactose são iguais?

Mito. É comum confundir os termos e achar que alergia ao leite e intolerância à lactose são a mesma coisa. O fato é que as duas reações surgem de formas diferentes no corpo, com sintomas bem característicos. Saber diferenciá-las é fundamental para entender o que pode - ou não - entrar no cardápio de cada dia.

No caso da alergia, o nosso sistema imunológico entende que as proteínas do leite são organismos estranhos que devem ser combatidos, apresentando sintomas como coceira, desconfortos abdominais e até mesmo dificuldade para respirar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Já a intolerância à lactose é caracterizada pela deficiência da enzima lactase, responsável pela digestão do açúcar do leite. Por isso, os sintomas mais comuns acometem o sistema gastrointestinal e incluem gases, inchaço abdominal, náuseas, azia e outros.

Diferentemente da alergia ao leite, a intolerância possui tipos e graus diferentes, o que permite a inclusão de alguns alimentos lácteos na dieta, de acordo com o teor de lactose presente em cada um deles.

3 - Todo leite de origem animal tem lactose?

Verdade. Mesmo que em diferentes graus, todas as opções de leite de origem animal, como o de vaca, ovelha ou cabra, contêm lactose. Ainda assim, é possível incluí-los na rotina de alimentação de quem tem intolerância à lactose.

Atualmente, durante o processo de fabricação da bebida, é possível retirar componentes que causam reações adversas no organismo, como no caso da lactose.

Junto aos leites de origem vegetal, os leites zero lactose são uma opção saudável - e ainda saborosa - para quem precisa lidar com a intolerância à lactose e não quer cortar totalmente o alimento da dieta.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

4 - Quem tem intolerância não pode consumir leite e derivados?

Mito. Como falamos anteriormente, é possível consumir leite e derivados desde que os alimentos tenham baixo ou zero teor de lactose na composição. Além disso, cada derivado de leite possui uma quantidade específica do açúcar, o que torna possível consumi-los sem sentir os desconfortos típicos da condição. Para descobrir o que pode ou não entrar na dieta, lembre-se contar com a ajuda de um nutricionista.

No caso da alergia ao leite, você pode experimentar diferentes tipos de leites vegetais e derivados veganos, que não contêm proteínas de origem animal. São muitas opções diferentes para acompanhar ou mesmo incrementar as refeições, como o leite de castanha, soja, coco, amêndoas e até quinoa.

5 ? O leite é a melhor fonte de cálcio?

Verdade. O leite é a principal fonte de cálcio para a saúde; por isso, retirá-lo completamente da dieta pode trazer muitas complicações, já que o nutriente é fundamental em processos como coagulação sanguínea, desenvolvimento ósseo e dentição, além de desempenhar outras funções importante no organismo.

Portanto, aqueles que seguem dietas restritivas e sem leite devem encontrar outros alimentos capazes de repor o cálcio do corpo. Uma dica é investir em leguminosas, como no caso da soja, verduras escuras, como a couve e o espinafre, e sementes, como a chia e a quinoa.