Nem todas as saladas são saudáveis; veja o que evitar

Os ingredientes e os molhos são a chave para a salada ser considerada saudável de verdade

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 20/12/2019

Fernanda Granja de Oliveira Gomes
Nutrição - CRN 19074/SP
especialista minha vida
Veja quais ingredientes colocar na salada - Créditos: Prostock-studio/Shutterstock
Veja quais ingredientes colocar na salada - Créditos: Prostock-studio/Shutterstock

Salada parecer ser sinônimo de alimentação saudável, mas às vezes, elas podem estar acompanhadas de ingredientes não tão indicados. São sempre uma boa escolha, mas alguns molhos e ingredientes adicionais acrescentam sódio, gordura e até açúcar demais ao cardápio.

PUBLICIDADE

Por isso, é importante ficar atento. Saladas acrescidas de embutidos, como kani - que tem tudo menos caranguejo, presunto, excesso de queijos, torradas, pães e molhos cremosos e industrializados, que apresentam altas concentrações de sódio, açúcar e outros ingredientes químicos que não fazem bem à saúde, não são uma boa escolha.

Eles podem causar retenção de líquidos e até ganho de peso. Explicando de maneira bem simplificada: esses produtos químicos não são reconhecidos pelo corpo, gerando proteção. E toda vez que nosso corpo se protege, ele libera mais cortisol e isso promove o ganho de peso.

Melhores saladas

Uma boa salada deve começar pelas folhas, pois elas têm vitaminas e fibras. Seu processo de mastigação é super importante para a saciedade. Portanto, quanto mais folhas, mais mastigação envolvida e mais saciedade, ajudando a emagrecer ou a manter o peso. Isso porque o hormônio leptina, responsável pela saciedade, só é liberado pelo cérebro aproximadamente após 15 minutos do início da refeição.

Folhas

Além disso, folhosos verdes escuros apresentam maiores concentrações de vitaminas e antioxidantes comparados a outras folhas. Então, o ideal é fazer um mix de folhas como espinafre, rúcula, alface em suas diferentes versões como americana, lisa, crespa e mimosa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Legumes

Cenoura e beterraba também são excelentes porque são ricas em diferentes vitaminas. Mas se a pessoa busca emagrecimento, deve consumir na forma crua para não aumentar a quantidade de carboidratos da receita. Tomate e palmito são liberados à vontade, pois possuem pouquíssimas calorias.

Sementes

Os croutons podem ser trocados por oleaginosas como castanha de caju, amêndoas, nozes e sementes de abóbora e girassol, que são uma ótima maneira de deixar sua salada mais crocante, saborosa e nutritiva. Essas sementes são ricas em ômega 3, cálcio e nutrientes importantes para o metabolismo.

Molho de salada: como fazer

O segredo da salada está no molho! O ideal são aqueles feitos em casa, com azeite de oliva, limão, um pouco de sal marinho e vinagre de maçã. Abuse também de açafrão, páprica doce e picante, alho e cebola. Isso agrega sabor e não caloria. Use a criatividade na hora de fazer o molho para deixar sua salada mais saborosa. Segue uma receita de molho:

Receita de molho de tahine

Ingredientes

  • 3 colheres de sopa de tahine (rico em cálcio)
  • 1 suco de limão siciliano
  • 1 colher de chá de molho de pimenta
  • 2 colheres de sopa de água gelada
  • Sal marinho a gosto.
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes e sirva com mix de folhas de sua preferência.

Saladas diferentes

7 saladas com frango imperdíveis

Receita de salada de folhas com guacamole

Salada grega: aprenda a fazer