Esta marmita vai abrir seu apetite!

Monte refeições balanceadas e mais gostosas que as do restaurante

POR REDAÇÃO - ATUALIZADO EM 06/07/2016

Se a sua desculpa para não se alimentar corretamente estava na marmita, é melhor arrumar outra. A nutricionista Maria Cecilia Corsi garante que levar comida de casa para o trabalho é hábito que não prejudica em nada sua dieta. "Não é preciso almoçar em um restaurante para acertar na dieta, basta caprichar nos nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo. E isso também serve para as pessoas que estão de regime", afirma.

Uma salada, prato principal e acompanhamento são a receita de qualquer marmita bem montada. Se você só come uma massa no almoço, dispensando os legumes e as verduras, certamente precisa fazer ajustes em favor de uma alimentação balanceada.

Separe os alimentos
Sabe aquela mistura de alimentos em um só recipiente? Ela só tira o seu apetite, além de prejudicar o sabor e a qualidade da refeição. O ideal é separar os alimentos em recipientes diferentes ou optar por uma vasilha que conte com divisões. O cuidado ainda evita o risco de contaminações, tendo em vista que cada alimento se comporta de maneira diferente quanto à conservação. Outro beneficio de deixar os alimentos separados é que o prato acaba ficando mais bonito acabando com a aversão que algumas pessoas têm da marmita.

Não deixe sua marmita azedar
Quantas pessoas já se depararam com uma marmita azeda? Isso acontece no trajeto de casa para o trabalho quando os alimentos não são acondicionados de forma adequada. "É importante que, da hora do preparo até o trajeto para o escritório, a marmita fique na geladeira. Para carregar, use uma bolsa térmica", ensina a nutricionista. Também é importante ser criterioso na escolha dos alimentos: prefira os frescos e não aqueles preparados há dois dias.

Outra dica da nutri é não abusar de pratos que contenham creme de leite. "Creme de leite, por exemplo, azeda facilmente. Se você quiser um estrogonofe, troque o creme de leite por requeijão e misture um pouco de leite para dar a mesma consistência", afirma Maria Cecília.

Carregue mais do que o almoço
Mas não adianta caprichar no almoço e esquecer as outras refeições do dia. Mesmo com a principal refeição reforçada, é preciso comer alguma coisa no meio da tarde. "Lanches intermediários ajudam a diminuir a fome da refeição principal, portanto você não come grandes quantidades e fica satisfeita. Escolha uma fruta, água de coco, queijo, polengue, caixinha de cereal ou iogurte com frutas secas, eles são ótimos e de fácil digestão", diz a nutricionista.

Na hora da montagem
Não é preciso ficar preso a determinados prato, sua marmita pode variar bastante e existem ótimas combinações. Em vasilhas separadas, arroz com legumes fazem um ótimo conjunto. Se preferir, você pode comprar apenas um grelhado quentinho num restaurante perto. Também vale apostar numa omelete de legumes ou num picadinho de carne picada, que ficam ainda mais saborosos na hora de esquentar. Como o bife acaba ficando duro quando reaquecido, é preciso pensar em outras opções de proteínas , afirma Maria Cecília. As massas com legumes, como os brócolis, também ficam muitos gostosas e não tomam seu tempo na cozinha. Ideal para aqueles dias em que as horas extras deixaram você exausta.

PUBLICIDADE