Má digestão é uma das causas da gordura localizada

Comer devagar e evitar líquidos durante as refeições é essencial para aproveitar os nutrientes

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 06/08/2008

Aquele desconforto que, muitas vezes, aparece logo após as refeições pode gerar diferentes problemas para nosso corpo, entre eles a acne, olheiras, sono excessivo, constipação intestinal e gordura localizada. De acordo com a nutricionista funcional, Daniela Jobst esses sintomas muitas vezes vêm acompanhados da má digestão.

Ela explica que a gordura localizada, por exemplo, é muito favorecida pela má digestão, já que o corpo não consegue digerir ou eliminar o que não irá aproveitar. Esses alimentos mal digeridos vão se acumulando e se transformando em gordura . Outro problema é a constipação intestinal que acontece quando o estômago e o intestino são sobrecarregados e têm dificuldade para absorver os nutrientes e a produzir minerais essenciais.

Para evitar a constipação é necessário comer devagar, o dia-a-dia acaba levando para a correria na mesa e quando não mastigamos direito, o estômago e o intestino têm dificuldade para absorver os nutrientes, resultando em problemas como gases e abdômen estendido , diz a nutricionista.

O sono e moleza no corpo que sempre aparecem depois das refeições, principalmente após o almoço, também estão diretamente ligados com os problemas da má digestão. De acordo com a especialista, a má digestão leva à sensação de peso no estômago e cansaço, o que traz sono em excesso. Fazer pequenos lanches a cada três horas ajuda a controlar a fome e a ânsia pela próxima refeição.

Para evitar essas complicações são necessárias algumas mudanças, e evitar líquidos na hora de comer é uma delas. O líquido dilui o ácido clorídrico fundamental para o processo digestivo. O ideal é não beber nada meia hora antes e meia hora depois de comer.

Outra dica especial está em prestar atenção nos alimentos que não caem bem no seu estômago, Se aquela massa sempre deixa uma sensação de mal estar, substitua o pedido para evitar problemas . Na hora de temperar as saladas, troque os temperos prontos e o óleo de soja por azeite de oliva ou óleo de linhaça.

PUBLICIDADE