Por que comer repolho dá vontade de ir ao banheiro? Ciência explica

Pesquisadores descobriram que produtos químicos encontrados no repolho podem deixar o intestino mais sensível

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 26/06/2017

O repolho é uma excelente fonte de diversos nutrientes, como a vitamina C, potássio, betacarotenos, vitamina K, vitamina B6, manganês, fibras, vitamina B1, cobre, cálcio, selênio e ferro, além de ter poucas calorias. Desta forma, esse alimento auxilia no funcionamento do intestino, na diminuição do colesterol e aumenta a saciedade.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Uma situação muito comum causada pelo consumo de repolho é o aumento de gases, e para algumas pessoas o exagero pode, inclusive, levar a vômitos e diarreia. Portanto, se você for mais sensível ao alimento, procure diminuir a quantidade, mas não evite completamente o repolho.

De acordo com uma pesquisa americana, existe uma razão pela qual depois de consumir repolho alguns indivíduos tendem a ir mais vezes ao banheiro. Essa reação acontece porque as papilas gustativas associadas ao intestino (células enterocromafins) podem sentir produtos químicos inflamatórios e alertar seu cérebro para acelerar a digestão.

Os pesquisadores descobriram que essas papilas gustativas alinhadas ao intestino são sensíveis ao composto químico isotiocianato de alilo, responsável pelos sabores amargos no repolho, mostarda e wasabi. Então, quando o intestino detecta a presença de repolho, um sinal de "aviso" é enviado ao cérebro, que libera instruções para acelerar os movimentos intestinais do corpo, às vezes causando diarreia e vômitos.

Para descobrir por que as células intestinais estão liberando grandes quantidades esses elementos químicos, David Julius, pesquisador da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, e seus colegas têm estudado as células enterocromafins em ratos no laboratório.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Em análises, os cientistas descobriram que as enterocromafins produzem 90% da serotonina do corpo, uma substância conhecida por regular o humor, apetite e sono no cérebro. Além disso, elas também são especialmente adaptadas para detectar alimentos que possam irritar o intestino.

"Pode também dar-lhe uma sensação geral de desconforto como uma forma de deixar você saber que você tem algum tipo de episódio inflamatório", disse David Julius ao New Cientist.

Segundo os pesquisadores, os achados sugerem que as pessoas com síndrome do intestino irritável, uma condição caracterizada por constipação e diarreia, podem ter células enterocromafins hipersensíveis. Logo, eles pretendem analisar como as células enterocromafins afetam as pessoas com essa síndrome.

A quantidade recomendada de repolho fica por volta de 1/2 a 1 xícara, vai depender se a pessoa tem pré-disposição a formação de gases, pois esse alimento pode aumentar a produção de gases, principalmente se ingerido em excesso. O repolho pode ser consumido diariamente, não é necessário fazer intervalos.