Refrigerantes são piores para saúde do que doces, diz estudo

Pesquisa indica maior risco de morte por doenças cardíacas

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 10/04/2018

Uma nova pesquisa realizada pela Universidade Emory, nos Estados Unidos, revelou que ingerir grande quantidade de bebidas açucaradas, como refrigerantes e sucos de caixinha, pode aumentar o risco de doenças cardíacas.

PUBLICIDADE

O estudo analisou quase 17.930 adultos com mais de 45 anos, sendo que nenhum deles apresentava histórico de doença cardíaca, acidente vascular cerebral ou diabetes tipo 2.

Os participantes preencheram um questionário de frequência alimentar para estimar a quantidade de alimentos açucarados (doces, sobremesas e adição de açúcares ou xaropes) e também a quantidade de bebida açucaradas (refrigerantes e sucos de caixinha).

Após o acompanhamento de 6 anos, os pesquisadores descobriram que quanto maior a ingestão das bebidas açucaradas, maior o risco de morte por doença cardíaca.

Aqueles que bebiam 710ml ou mais, por dia, apresentaram o dobro de risco de morte por doença cardíaca coronária comparados àqueles que bebiam menos de 30 ml por dia.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

No entanto, o estudo não encontrou nenhuma ligação com o consumo de alimentos açucarados e os risco de morte. Pesquisadores sugerem que esse fator pode ser devido às diferenças em como as bebidas açucaradas e os alimentos são processados pelo corpo. As bebidas contêm poucos ou nenhum nutriente, significando que o corpo absorve uma grande quantidade de açúcar que precisa ser metabolizado.

Enquanto os alimentos açucarados, na maioria das vezes, contém alguns nutrientes, como gordura ou proteínas que retardam o metabolismo e podem resultar nos diferentes efeitos obtidos no estudo.

Jean Welsh, autor do estudo, enfatiza que os resultados apresentam uma tendência e não causa e efeito. Porém, destaca a importância da redução de ingestão de bebidas açucaradas no dia a dia.