Alimentação pode dar mais vontade de fumar (ou não): entenda

Veja quais alimentos deve priorizar caso esteja tentando parar de fumar

POR REDAÇÃO - ATUALIZADO EM 06/09/2018

Quem tem o hábito de fumar sabe perfeitamente o quanto pode ser difícil abandonar o vício. Para alguns, acontece naturalmente e com pouco esforço. Mas, para a grande maioria, parar de fumar exige muito mais do que apenas a vontade de parar.

PUBLICIDADE

Segundo a psicóloga Maria Teresa Cruz Lourenço, coordenadora do grupo de apoio ao tabagista do Hospital do Câncer, a nicotina cria dependência química e também dependência psicológica, já que se torna uma válvula de escape para a ansiedade.

Porém, uma pesquisa realizada pela Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos, encontrou possíveis relações entre alimentação e tabagismo, de forma que, determinados alimentos tenham a capacidade de influenciar no desejo pelo cigarro, assim como também podem interferir em seu gosto, o tornando mais atraente ou não para quem fuma.

O estudo aponta que aumentar o consumo de frutas e vegetais pode auxiliar o fumante a permanecer longe do tabaco por mais tempo, podendo até mesmo resultar na interrupção do vício.

Os pesquisadores entrevistaram 1.000 fumantes com mais de 25 anos e os acompanharam durante 14 meses, constatando que aqueles que consumiam mais frutas e legumes no dia a dia apresentavam três vezes mais chances de parar de fumar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Conheça 7 hábitos simples que vão te ajudar a incluir mais frutas na alimentação.

O estudo também apontou que os fumantes com maior consumo desses alimentos, fumavam menos e demoravam mais tempo para acender o primeiro cigarro do dia. Além disso, esses participantes tiveram menor pontuação no teste comum de dependência de nicotina.

"Podemos ter identificado uma nova ferramenta que pode ajudar as pessoas a parar de fumar. É verdade que este é apenas um estudo observacional, mas melhorar a dieta pode facilitar o abandono", diz Jeffrey P. Haibach, MPH, primeiro autor do artigo e assistente de pesquisa de pós-graduação no Departamento de Saúde Comunitária e Comportamento de Saúde da Universidade de Buffalo.

As causas que justificam esse efeito ainda estão sendo analisadas, mas o que se sabe até então é que a sensação de saciedade causada pela ingestão de frutas e legumes pode amenizar a vontade de fumar, tendo em vista que grande parte dos fumantes confunde fome com desejo pelo cigarro.

Outro ponto levantado é o impacto que alguns alimentos têm no sabor do cigarro, tornando o hábito de fumar mais agradável ou não. Os pesquisadores afirmam que o consumo de carnes, cafeína e álcool tornam o sabor do cigarro mais atraente e acabam estimulando o fumo. Já as frutas, verduras e legumes pioram seu sabor e tornam o fumo uma prática não tão agradável como o esperado pelo fumante, sendo então, um fator auxiliar no processo de interrupção do vício.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Os pesquisadores da Universidade de Buffalo alertam que mais estudos precisam ser realizados a respeito do resultados obtidos, mas acreditam que incentivar a alimentação saudável deveria estar na lista de recomendações para quem deseja parar de fumar.

7 dicas implacáveis para você parar de fumar.