Trauma ocular desencadeia perda da visão

Contato com produtos químicos ou choques bruscos exigem avaliação médica

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 25/11/2008

Proteger os olhos é um dos hábitos saudáveis mais negligenciados. Além dos óculos escuros, é necessário ir ao oftalmologista ao menos uma vez por ano, mesmo que você nunca tenha sentido nenhuma dificuldade de visão. Acidentes que gerem algum trauma nos olhos também precisam de avaliação médica. Atualmente, o trauma ocular é o maior responsável pelos casos de perda de visão de um dos olhos. Estatísticas indicam que nos Estados Unidos, por exemplo, o trauma ocular é a segunda maior causa de cegueira e estima-se que, a cada ano, ocorram mais de 2,4 milhões de novos casos.

Os riscos são inúmeros e estão presentes em pequenas atitudes do dia-a-dia, como explica a oftalmologista especializada no assunto, Andréa Barbosa. Se a lesão for na córnea, a vítima pode desenvolver catarata, e se a retina for atingida, a visão pode ficar comprometida parcial ou completamente. Os traumatismos são agressões ao globo ocular causadas por perfurações, contusões, queimaduras ou contato com produtos químicos .

O trauma perfurante é o mais comum e resulta de acidentescomo a introdução de objetos nos olhos. Atividades como martelar, afiar, soldar, furar, lixar e dirigir motocicleta sem capacete ou com a viseira aberta estão entre as principais causas. A oftalmologista ressalta que este tipo de lesão normalmente leva à incapacidade visual permanente, mas que a prevenção é simples: "A maioria das ocorrências pode ser evitada com o uso de equipamentos obrigatórios: protetores oculares e capacetes".

E as maiores vítimas da doença são as crianças, já que um terço da perda de visão na primeira década de vida deve-se a lesões traumáticas e em cerca de 70% desses acidentes, não há a supervisão de um adulto. As principais ameaças são: tampinhas de garrafa, bolas, pedras, estilingues, armas de brinquedo e fogos de artifício.

E vale ficar atenta, Andréa Barbosa afirma que é essencial procurar um especialista quando algum trauma ocular acontece. "Quanto mais rápido o paciente receber socorro especializado, menos risco corre de ter sua visão danificada, especialmente nos casos de perfuração e queimaduras químicas", afirma.

Evite os riscos

- Use o cinto de segurança e capacete, mesmo em pequenos percursos. É nos acidentes próximos à casa que acontecem mais freqüentemente os traumas oculares

- Em ambiente de trabalho sempre use os equipamentos de proteção individual indicados. A falta de protetores oculares é causa muito comum de acidentes graves

- Não deixe seu filho brincando sozinho e evite o contato dele com tampinhas de garrafa, pedras, estilingues, armas de brinquedo e fogos de artifício

- Cuidado ao manejar produtos de limpeza. Pequenas gostas em contato com os olhos podem causar danos sérios à visão.

PUBLICIDADE