Cresce investimento para o combate ao álcool e às drogas

Programa buscar ampliar o tratamento e a prevenção do mal

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 08/06/2009

Foi lançado na ultima quinta-feira, pelo ministro da Saúde, José Gomes Temporão, o Plano Emergencial de Ampliação do Acesso ao Tratamento e Prevenção em Álcool e Outras Drogas. Serão investidos R$117,3 milhões na rede de atenção e saúde mental do Sistema Único de Saúde (SUS) para ampliação do acesso, capacitação e ações intersetoriais. O Plano tem como objetivo alcançar crianças, adolescentes e jovens, e alertar para os danos causados pelo consumo prejudicial de substâncias psicoativas.

"Vamos trabalhar com algumas iniciativas importantes, até porque, infelizmente, o consumo de algumas drogas atinge de forma predominante crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social e do ponto de vista de saúde", afirmou o ministro. O governo federal também oferecerá 80 cursos presenciais para quatro mil profissionais da rede de saúde, com ênfase no público infanto-juvenil, álcool e outras drogas. A ação é intersetorial e envolverá órgãos como o Ministério da Justiça e a Secretaria de Direitos Humanos, entre outros.

Será criado ainda o Observatório Nacional sobre Álcool, Drogas e Saúde Pública em cinco universidades, contemplando todas as regiões brasileiras, com o intuito de monitorar a efetividade e a implementação das ações do plano. A unidade reunirá informações sobre prevalências em álcool e drogas, redes de atenção, vigilância em saúde, pesquisas e gastos na área. É uma ação inédita no campo da saúde pública no Brasil.

PUBLICIDADE