Menopausa precoce favorece casos de osteoporose

Pesquisa indica que a demora no diagnóstico pode prejudicar os ossos

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 22/06/2009

Mulheres jovens que sofrem atraso no diagnóstico da menopausa precoce enfrentam maior risco de apresentar baixa densidade óssea, segundo a nova pesquisa de cientistas do National Institutes of Health, pulicada no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism.

Os pesquisadores concluíram que a chamada insuficiência ovariana primária pode tornar as mulheres mais suscetíveis à osteoporose e fraturas no futuro. O quadro ocorre em meninas e mulheres com idade menor de 40 anos, quando seus ovários deixam de trabalhar normalmente, porque param de ovular ou produzir estrógeno hormônio que ajuda os ossos na absorção de cálcio. Os sintomas da menopausa podem ser aliviados ou reduzidos com a reposição hormonal, alimentação equilibrada e a prática regular de exercícios.

O estudo também indicou que o início da irregularidade menstrual anterior aos 20 anos foi um forte fator de risco para baixa densidade óssea, pois os anos da adolescência seriam considerados um período crítico para o desenvolvimento de ossos saudáveis.

PUBLICIDADE