Você sabe deixar o prato do seu filho mais atrativo?

Descubra se o problema do seu filho com a comida está na sua falta de criatividade

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 29/07/2010

A hora das refeições é um momento crítico para muitos pais. Muitos filhos fogem, fazem drama e transformam o almoço em família em uma verdadeira batalha. Segundo a psicóloga Patrícia Spada, especializada em obesidade infantil, é normal que as crianças estranhem alimentos que tem um gosto agradável para os pais.

Muitos adultos perdem a paciência e obrigam os filhos a comer. Outros deixam as crianças comerem somente o que gostam, o que na maioria das vezes não é o mais saudável. Além dos ingredientes usados nos pratos, o modo como os pais conseguem lidar com a hora da alimentação e a participação das crianças na preparação da refeição influenciam muito na relação da criança com a comida. "O exemplo dos pais na hora de comer também é essencial para definir a variedade de alimentos que o filho irá comer durante toda a vida", explica Patrícia Spada. Mas e você? Sabe como tornar o cardápio dos pequenos mais saboroso sem deixar de ser saudável?

1/10

Você normalmente alimenta o seu filho com:

2/10

O café da manhã do seu filho tem:

3/10

Na hora do almoço:

4/10

Os talheres e pratos que seu filho usa:

5/10

Ao comprar um alimento para o seu filho, você se preocupa com:

6/10

Quando você vai fazer compras:

7/10

Durante as refeições:

8/10

Você vai servir um novo alimento, e sabe que o seu filho pode não gostar, então:

9/10

Quando o seu filho não quer comer:

10/10

Na hora de preparar o alimento: