Cereja: 10 benefícios para a saúde

Se consumida in natura, a cereja mantém diversas propriedades benéficas para a saúde

ARTIGO DE ESPECIALISTA

Patricia Bertolucci
Nutrição - CRN 5984/SP
especialista minha vida

As cerejas são frutas suculentas com pigmentação vermelha ou arroxeada que apresentam incríveis propriedades antioxidantes. Estudos tem demonstrado que o consumo de cereja inibe as vias inflamatórias.

PUBLICIDADE

Uma xícara de cerejas contém em torno de 90 calorias e uma ampla quantidade de antioxidantes, fibra, carotenóides e vitamina C. O valor do ORAC da cereja (um método para verificar a capacidade antioxidante nos alimentos) é super alto.

Benefícios dos principais compostos fenólicos da cereja

  • ANTOCIANINA: Protege a parede dos vasos sanguíneos, prevenindo a formação de placas de aterosclerose. Ainda ajudam a estabilizar as proteínas do colágeno. Tem como propriedade a regeneração dos tecidos, atividade circulatória, antiinflamatório, reduz o colesterol e tem excelente atividade antioxidante. Trabalhos científicos recentes relacionam que a ingestão regular deste pigmento inserido em uma dieta balanceada pode prevenir alguns tipos de câncer
  • QUERCITINAS: Importante papel anti-inflamatório, anti-histamínico, prevenção de doenças cardiovasculares, potente anti cancerígeno e ação antiviral. Auxilia no diabetes, porque converte a glicose em sorbitol, composto ligado inclusive a lesões oftálmicas como catarata. Tem a propriedade de inibir danos as estruturas neurovasculares da pele e em neurônios
  • RUTINAS: Também conhecida como vitamina P. Evita que a vitamina C seja destruída pela oxidação. Fortalece as paredes dos vasos capilares, evitando as equimoses. Aumenta a resistência às infecções.

Além da prevenção contra doenças crônicas como as cardiovasculares, diabetes, câncer e obesidade, o extrato de cereja (Prunus cerasus L ou Prunus avium L.) são utilizadas tradicionalmente para o tratamento de gota e investigações recentes tem comprovado este efeito. Segundo um estudo, após uma única dose de 280g de cerejas, os níveis de ácido úrico no sangue em 10 mulheres saudáveis diminuiu em 14% após 5 horas, com uma diminuição de marcadores de inflamação (PCR).

Um segundo estudo com 100 pacientes com gota, passaram a ingerir uma quantidade de suco concentrado de cereja por 4 à 6 meses, e que revelou uma diminuição nos marcadores de inflamação, bem como redução em 50% dos ataques de gota em 92% dos pacientes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)