Drible os problemas causados pela transpiração nas axilas

Manchas nas roupas e mau cheiro podem ser contornados com medidas simples

POR CAROLINA SERPEJANTE - ATUALIZADO EM 01/11/2016

Mau cheiro é apenas a ponta do iceberg quando o assunto é transpiração. É preciso usar um bom desodorante e fazer a higienização das axilas para afastar o mau cheiro e regular o suor, mas não é só isso. Manchas na roupa e axilas ou mesmo o surgimento de micoses podem ser decorrentes do suor. Pensando nisso, conversamos com especialistas e explicamos como contornar os principais problemas decorrentes da transpiração:

Transpiro demais. E agora?

A transpiração é um processo natural do organismo, que tem o objetivo de regular a temperatura corporal. A intensidade do suor varia de pessoa para pessoa e depende de vários fatores, entre eles sexo, dieta alimentar, estado de hidratação corporal, idade e número de glândulas sudoríparas em atividade. Além disso, obesidade, distúrbios psiquiátricos, hipertireoidismo, menopausa e situações estressantes, como entrevistas e testes, interferem no volume de sudorese. "Para esses casos, tente uma mudança de hábitos ou controle das doenças citadas, a fim de reduzir o volume de suor", afirma a dermatologista Ranaia.

Já o excesso de transpiração sem causa aparente, chamado hiperidrose, é uma doença constrangedora que pede tratamento médico. Em alguns casos, o suor é excessivo nos momentos de ansiedade e estresse, mesmo quando a temperatura é bem baixa. Na hiperidrose, a sudorese se concentra mais nas mãos, axilas e pés, mas também pode ocorrer em outras partes do corpo. Para controlar o suor, é possível fazer uma cirurgia ou experimentar aplicações regulares de toxina botulínica nas áreas afetadas.