Dez sinais de que a sua pele está sofrendo os efeitos do estresse

As suas emoções favorecem o surgimento de acne, alergias e infecções

POR LETÍCIA GONÇALVES - ATUALIZADO EM 08/09/2016

Quando o estresse faz parte da rotina, a pele é uma das mais afetadas. A tensão provoca alterações hormonais diversas no corpo e libera algumas substâncias na corrente sanguínea. Com isso, há uma queda na imunidade e o corpo fica mais vulnerável a infecções e outros problemas. "No rosto, por exemplo, é visível o surgimento de descamações, áreas avermelhadas e ressecadas, olheiras e pele sem brilho", conta o dermatologista Anderson Bertolini, diretor médico da Clínica Bertolini, em São Paulo. Peles oleosas também ficam com os poros mais dilatados e a derme mais grossa. Conheça outros problemas da pele estressada e veja dicas para amenizá-los, além - é claro - de combater o estresse.

Alergias

Segundo o dermatologista Anderson, o estresse age nas células do tecido conjuntivo associadas às reações alérgicas, chamadas mastócitos. "Com isso, aumenta a coceira e o prurido", diz o médico. Para evitar que a alergia de pele piore, adote as dicas da dermatologista Pietra Martini, da Clínica Priméra, em Campinas (SP):

- Aplique uma camada espessa de hidratante com filtro solar na área afetada para evitar manchas;
- Lave a pele apenas com água fria enquanto houver alergia;
- Evite coçar, para não aumentar a lesão;
- Caso a irritação persista, consulte um dermatologista.