Dez sinais de que a sua pele está sofrendo os efeitos do estresse

As suas emoções favorecem o surgimento de acne, alergias e infecções

POR LETÍCIA GONÇALVES - ATUALIZADO EM 08/09/2016

Quando o estresse faz parte da rotina, a pele é uma das mais afetadas. A tensão provoca alterações hormonais diversas no corpo e libera algumas substâncias na corrente sanguínea. Com isso, há uma queda na imunidade e o corpo fica mais vulnerável a infecções e outros problemas. "No rosto, por exemplo, é visível o surgimento de descamações, áreas avermelhadas e ressecadas, olheiras e pele sem brilho", conta o dermatologista Anderson Bertolini, diretor médico da Clínica Bertolini, em São Paulo. Peles oleosas também ficam com os poros mais dilatados e a derme mais grossa. Conheça outros problemas da pele estressada e veja dicas para amenizá-los, além - é claro - de combater o estresse.

Dermatite Seborreica

Essa doença provoca lesões avermelhadas e que descamam a pele - sobretudo o couro cabeludo - e é causada por um fundo chamado pityrosporum ovale, que se alimenta do sebo produzido pelas glândulas da pele. Segundo a dermatologista Thais Pepe, médica especialista da Sociedade Brasileira de Dermatologia, a dermatite seborreica é facilmente tratada. "Os tratamentos costumam envolver o uso de xampus que combatem oleosidade, caspa ou fungos; loções para o controle da inflamação e das caspas e até mesmo medicações de uso oral que venham a controlar a oleosidade", conta a médica. Além disso, ela lembra a importância de expor a pele ao sol (com filtro solar e fora do período entre as 10h e 16h), pois os raios solares ajudam a amenizar o problema.