Cabelos secos: como lidar com a falta de brilho, ressecamento, frizz e outros problemas

Hidratantes, óleos essenciais e corte frequente são alguns dos recursos para tratar esse tipo de cabelo

POR MANUELA PAGAN - ATUALIZADO EM 22/12/2016

Você confunde cabelo seco e cabelo ressecado? Eles são realmente parecidos, mas surgem por motivos diferentes. O cabelo seco é determinado por uma característica hereditária. "Eles não são sedosos e são opacos devido à produção reduzida de gordura pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo", explica a dermatologista e tricologista Angélica Pimenta, da Sociedade Brasileira de Dermatologia. "Uma característica do cabelo seco é o fato das escamas que compõem a camada externa dos fios abrirem-se mais facilmente, deixando o cabelo mais vulnerável aos agentes externos, como poluição, vento, sol e processos químicos, como as tinturas e os permanentes".

Já o ressecamento é um problema que pode afetar qualquer tipo de cabelo, do seco, misto, oleoso ao normal, é aquele que sofre os efeitos de agentes externos e em geral está recebendo pouca hidratação. O cabelo ressecado pode ter sido submetido a algum tipo de química ou pode estar saturado pelo uso constante de pranchas e secadores. No entanto, os dramas do cabelo seco e do ressecado são parecidas: volume fora de controle, com frizz, fios quebradiços, pouco brilho, pontas duplas e fios difíceis de pentear. Mas alguns cuidados básicos ajudam a domar as madeixas e torná-las bonitas e saudáveis. Confira a seguir.


SAIBA MAIS

Ampolas de hidratação

A hidratação é realmente indispensável para ter cabelos lindos, mas quando falta tempo, as ampolas de hidratação, que agem em poucos minutos, podem ser uma boa solução. Elas são usadas durante o banho, substituindo o condicionador, e em cerca de três minutos a fórmula apresenta resultados parecidos com os da hidratação convencional. A dermatologista e tricologista Angélica explica que as ampolas de hidratação têm alta concentração de vitaminas e componentes hidratantes e por isso são eficientes. Elas podem ser usadas no lugar do condicionador uma vez por semana.

O tricologista Luciano Barsanti, diretor do Instituto do cabelo, de São Paulo, faz a ressalva: "quando o cabelo é muito ressecado ou possui muita química, o ideal é optar por máscaras de hidratação que ficam no cabelo por mais tempo, penetram nas camadas mais profundas do fio e são mais bem absorvidas".