Californianas: veja como é feito e famosas para se inspirar

Veja algumas dicas para adotar esse visual de sucesso e como cuidar das mechas

POR REDAÇÃO - ATUALIZADO EM 16/05/2019

Muitas mulheres têm o sonho de ficar loira ou apenas clarear um pouco os fios, por isso as mechas californianas viraram uma das técnicas mais desejadas há anos nos salões do Brasil inteiro.


O visual consiste em fazer mechas bem claras concentradas do meio para as pontas dos fios, como o sombré e o ombré hair. A grande diferença é que no caso das californianas, a raiz fica bem mais escura em relação às pontas, ou seja, essa diferença é muito maior do que nos outros dois estilos.

A ideia é criar um visual praiano surfista, de quem tomou sol nas pontas, por isso o nome inspirado na Califórnia. "As californianas também ganharam uma pegada rocker por causa desse contraste marcante entre fios escuros e claros", comenta a cabeleireira Luiza Brito, do Studio W Iguatemi, em São Paulo.

A boa notícia é toda mulher pode clarear os cabelos, mas o tom nunca é o mesmo. "A variação de loiro vai depender da cor da pele. Mulheres rosadas ficam bem do dourado ao manteiga, pois a pele não fica abatida. Já as azeitonadas ficam incríveis em tons mais quentes como o dourado e o caramelo", ensina o hair stylist Marcos Proença, de São Paulo.

Marcos Proença lembra ainda que as californianas perderam espaço para o ombré, mas, ainda assim, muitas famosas continuam adotando o look, super prático para quem detesta retocar a raiz com frequência.

É importante também ficar atenta com saúde das madeixas. Como os fios sofrem descoloração é fundamental reforçar (e muito) a hidratação, isso porque as pontas (que vão receber a maior parte da coloração) já costumam ser mais ressecadas.

Veja a seguir famosas que adotaram as californianas, e inspire-se para adotar o visual.

Carol Castro

A morena tem fios longos e escuros, que começam a clarear bem abaixo dos ombros. "Na californiana, pode ter reflexos antes, mais perto da raiz, mas o mais claro fica bem nas pontas", explica Luiza.