Escolha o produto certo para alisar os cabelos

O tratamento deve ser feito com um profissional

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 05/07/2010

Se você tem cabelos cacheados, crespos, ou volumosos, e não está gostando do efeito, fique tranquila, pois é possível mudar a forma dos cachos ou do volume como desejar.

Para isso, existem várias marcas de produtos e fórmulas de bases químicas no mercado. Mas antes de tudo é preciso fazer um teste na mecha do cabelo para descobrir a compatibilidade química.

Só para se ter uma ideia, existe mais de cinco tipos de bases químicas para se alisar um cabelo. As mais usadas são a amônia, a etanolamina, hidróxidos de cálcio e hidróxidos de sódio. Mas, agora, está na moda usar os derivados de amônia, que na verdade são compatíveis com as colorações e são bem mais suaves.

Porém, vale lembrar que, em cabelos loiros ou descoloridos, existe restrição para todas as químicas de alisamento. Os hidróxidos são muito usados hoje em dia, principalmente na região centro oeste e sudeste do Brasil, pois eles alisam bem mais os cabelos.

Este tratamento é indicado para cabelos afros, grossos e muito volumosos. Caso você tenha cabelos levemente ondulados ou fios finos, a melhor opção é escolher os derivados de etanolamina ou monoetanolamina , pois eles são suaves e apenas relaxam os fios, fazendo com que ao longo do tempo, os cabelos vão voltando ao natural.

PUBLICIDADE
"Em cabelos loiros ou descoloridos, existe restrição para todas as químicas de alisamento".

Confira passo a passo
É importante frisar que estes produtos devem ser manipulados sempre por um profissional, já que é quase impossível fazer o tratamento sozinha, pois primeiro tem que fazer um teste de mecha e geralmente esta mecha é feita na parte superior do cabelo.

O próximo passo é identificar o tempo de pausa e o tipo de produto que vamos usar, e qual o grau de compatibilidade com seu cabelo. Em geral, estes alisantes ficam, em média, de 15 a 30 minutos nos fios.

Não deve ser aplicado em cabelos com excesso de cremes ou de silicones livings, pois pode reter a ação do produto. Lembre-se de não lavar o cabelo no dia e, antes de aplicar o produto, temos que colocar um protetor de couro cabeludo.

Depois, passar a aplicação dois centímetros longe da raiz, iniciando sempre na parte de traz da cabeça e, em mechas finas, passar bem o produto sem economizar, senão haverá partes que ficarão sem efeito.

Após obedecer ao tempo de pausa, deve-se lavar o cabelo abundantemente, em seguida fazer uma hidratação, que será muito importante para repor água dentro do fio.

Depois se deve fazer a neutralização e sempre a cada 15 dias fazer a reposição de vitaminas e queratina nos fios para eles não ressecarem.

Uma dica muito importante é nunca alisar demais os fios. Sempre relaxe ou defrise. Nada de cabelos extremamente lisos, pois podem ficar com um ar meio falso. O tratamento pode ser feito a cada 3, 4 meses.

Atualmente, existem no mercado as escovas progressivas, escovas inteligentes, que são uma promessa de ser natural, mas cuidado, elas podem conter altas doses de formol e, sem dúvida, podem fazer muito mal a saúde.

Antes de escolher o seu tratamento capilar faça um teste, consulte um bom cabeleireiro, para não haver decepção com um alisamento, pois saiba que nenhum produto de cosméticos é ruim ou derruba cabelo. Isso só vai acontecer se um cabeleireiro cometer algum erro.