Depilar os pêlos do corpo pode causar inflamação e manchas

Foliculite tem tratamento e pode ser evitada

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 24/02/2011

Dr. Claudio Mutti de Lima
Ginecologia e Obstetrícia - CRM 59687/SP

Homens e mulheres sofrem todos os meses com a retirada de pelos que insistem em tornar a aparência menos chamativa. A pele limpa traz a sensação de limpeza, mas nem sempre é assim que acontece.

Pois, algumas inflamações aparecem e acabam tornando a depilação um pesadelo. Essas infecções bacterianas podem acontecer após traumas locais, como por exemplo, depilação com cera, ou a própria raspagem com a lâmina, usada para barbear ou raspar os pelos de qualquer outro local do corpo como virilha, axila, costas, perna.

Também pode ocorrer de forma espontânea, principalmente em áreas onde ocorre maior transpiração e em locais com excesso de umidade.

A foliculite consiste em uma infecção dos folículos pilosos causadas por bactérias, tendo como principal agente o estafilococos. Pode aparecer em qualquer idade, as foliculites superficiais são mais comuns em crianças, e as profundas ocorrem em qualquer idade.

Encontra-se com frequência na barba e pescoço do homem, e nas pernas e virilha da mulher. A foliculite se apresenta como pequenas bolhas sobre os pêlos ou orifícios dos mesmos, podendo ocorrer por vezes bolhas maiores com pus no seu interior, geralmente acompanhada de vermelhidão local às vezes com coceira e dor.

Pode ocorrer após a foliculite hiper ou hipopigmentação, ou seja, ficar com a pele mais escura ou mais clara no local.

PUBLICIDADE

Tratamento

"Aconselha-se para as pessoas que apresentam foliculite de repetição, não usar mais de uma vez as lâminas para retirada de pêlos".

Em primeiro lugar eliminar o fator desencadeante, seja a umidade ou o trauma da depilação e o uso de roupas apertadas.

Às vezes, é necessário o uso de antibióticos sistêmico ou local e anti-séptico. Quando as lesões forem muito grandes pode até ser necessário fazer a drenagem da mesma.

Aconselha-se para as pessoas que apresentam foliculite de repetição, não usar mais de uma vez as lâminas para retirada de pelos. E de preferência fazer depilação a laser.

Existem muitos tipos de laser para depilação no mercado, e estes estão cada vez mais modernos e eficientes, com menos incômodo e, cada vez menos, causam transtornos como manchas e queimaduras.

Os aparelhos mais modernos permitem até depilação em pele negra. Mas devem-se ter alguns cuidados quando for fazer a depilação a laser:

1. Procurar sempre locais confiáveis e que tenham acompanhamento médico;
2. Evitar fazer o laser quando a pele estiver bronzeada;
3. Não tomar sol após as sessões;
4. Evitar aplicar produtos químicos sobre o local da aplicação do laser, a não ser produtos prescritos pelo médico;
5. Lembrar que mesmo tomando todos os cuidados podem acontecer manchas pós-laser.