Prepare sua pele e seu cabelo para o verão

Antes de reclamar do ressecamento e de outros problemas, evite que eles apareçam

POR ÉRICA FERREIRA - ATUALIZADO EM 28/10/2016

Na maioria dos casos, quando a preocupação aparece, é tarde demais. Cabelo e pele já foram agredidos pela exposição desprotegida ao sol forte, à água salgada, à areia e ao cloro. Os consultórios dos dermatologistas ficam lotados de pacientes em busca de soluções para problemas que poderiam ter sido evitados caso houvesse uma preparação prévia para a estação. "Cabelos sem vida, manchas na pele, acne e pele áspera demais são as queixas mais comuns", afirma a dermatologista Daniela Landim, especializada em Medicina Estética. Para evitar que estes e outros inconvenientes atrapalhem suas férias, veja o check-up da beleza que os especialistas recomendam.

PUBLICIDADE

Perda da vitalidade do cabelo

Cabelos embaraçados, sem brilho e ressecados são comuns quando os banhos de mar e de piscina repetem-se diariamente. Antes de chegar o verão, acostume-se a usar um leave-in com filtro solar, ele vai formar uma película nos fios e protege-los do sol, do sal e do vento. Repita o procedimento sempre que molhar o cabelo, não importa se eles forem secar naturalmente ou com secador. Se você não tiver progressiva, o uso semanal de um xampu antirresíduos garante a remoção de restos de cloro e sal no couro cabeludo. Durante o verão, a dermatologista Daniela Landim lembra que uma ducha logo após sair da água do mar ou da piscina evita o acúmulo de sal e cloro nos fios.

Manchas

As manchas na pele encabeçam a lista de reclamações pós-verão. Para evita-las, a solução é simples, mas precisa ser adotada com rigor: uso de protetor solar a cada duas horas enquanto houver exposição aos raios solares - o cuidado precisa fazer parte do seu dia a dia. "O protetor solar não só evita o aparecimento de novas manchas como impede manchas clarinhas e sardas de escurecerem", afirma a dermatologista Daniela Landim. A aplicação deve ser feita cerca de 30 minutos antes de sair ao sol. E passe longe do sol entre as 10 e 16 horas, além de se proteger com bonés, chapéus e óculos no momento que se estiver tomando sol. As machas escuras causadas pelo limão e outras frutas ácidas são chamadas de fitofotodermatose . "Não deixe que essas frutas entrem em contato com sua pele se estiver tomando sol e, caso aconteça, lave imediatamente com água e sabonete", afirma a dermatologista Anna Verônica Ziccarelli, especialista em Medicina Regenerativa da Lifecell.

Micoses

As micoses são doenças oportunistas e prejudicam ainda mais quem está com a imunidade baixa, por isso não descuide da alimentação, incluindo frutas, verduras e legumes nas refeições - esses alimentos são fontes de muitas vitaminas e fortalecem as defesas naturais do organismo. Quando chegar o verão, complete os cuidados evitando permanecer com roupas úmidas ou molhadas no corpo (a regra vale para a sunga e para o biquíni) contribui para que as micoses apareçam. "Sempre seque o corpo muito bem, principalmente, as dobrinhas (a exemplo da virilha e dos dedos dos pés)", afirma a dermatologista Daniela Landim.

Acne e aumento da oleosidade

Durante o verão, a pele fica naturalmente mais oleosa, facilitando o aparecimento de acne. Por isso, não deixe de higienizar, tonificar e hidratar a pele do rosto com cosméticos específicos antes da chegada da estação, isso evita o acúmulo de células mortas e de substâncias que podem entupir os poros. "Os poros se fecham com o suor e há aumento da oleosidade para proteger a pele contra as queimaduras do sol", afirma a dermatologista Anna Verônica Ziccarelli. A especialista afirma que só o uso de um bloqueador solar certo pode prevenir o aparecimento de acne. Escolha uma opção própria para o seu tipo de pele e aplicação destinada ao rosto, uma região mais sensível ao surgimento de acne.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Pele seca e áspera

Enquanto tem gente que reclama da oleosidade, há quem sofra com a pele seca e áspera demais. Nesses casos, não dá para esperar o verão, quando o problema vai se agravar ainda mais. "O segredo está em hidratar sempre a pele, pelo menos duas vezes ao dia, de manhã e, principalmente, à noite", indica a dermatologista Anna Verônica. Antes de dormir a hidratação deve ser uma regra para pessoas com pele ressecada, porque é nesse momento que acontece a produção de colágeno e elastina (substâncias que renovam e firmam os tecidos).

Pelos encravados

Os pelos encravam mais durante o verão porque, normalmente, você não tem paciência para deixar que eles cresçam antes da próxima depilação. Para evitar isso, a melhor dica é fazer esfoliações semanais nas regiões do corpo onde o problema aparece. Use cremes ou sabonetes próprios e faça movimentos suaves com uma bucha vegetal para desobstruir os poros e evitar que os pelos encravem no futuro.

Lábios rachados

Nem precisa ir à praia, bastam o sol e o ar condiocionado para ressecar os lábios de muita gente. O segredo para que isso não aconteça envolve dois cuidados muito simples: tomar bastante água ao longo do dia, mantendo o corpo hidratado, e usar um batom com ação hidratante. A manteiga de cacau, no caso dos homens, serve como alternativa - só não vale ficar lambendo os lábios, porque a saliva piora ainda mais o ressecamento.