Os segredos da menopausa precoce

Nada como um bate-papo para entender o organismo feminino

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 04/10/2007

Por mais comum que pareça, este assunto gera muitas dúvidas nas mulheres, principalmente quando ocorre mais cedo do que o esperado. Confira quais são as dúvidas mais comuns sobre este tema no consultório.

1. O que significa menopausa precoce?
Menopausa precoce trata-se da parada do funcionamento ovariano (hormonal e reprodutivo) nas mulheres antes dos 40 anos de idade. A idade média das mulheres brasileiras atingirem a menopausa é entre 49 e 51 anos.

2. Por que isso acontece em determinadas mulheres?
A causa da menopausa precoce é desconhecida, algumas hipóteses falam de causas genéticas, imunológicas e iatrogenicas (cirurgia, quimioterapia / radioterapia). Entretanto pode existir um carater familiar, mostrando uma maior incidencia na mesma familia.

3. É possível identificar precocemente? Existem alguns testes de reserva ovariana que podem mostrar o declínio precoce da função ovariana reprodutiva (níveis

sanguíneos baixos de hormônio anti-mulleriano, inibina b e mais tardiamente níveis aumentados de fsh dosados nos primeiros 3 dias do ciclo menstrual), por outro lado, a função ovariana hormonal só é evidenciada mais tardiamente.

4. É possível evitar?
Infelizmente ainda não podemos evitar o quadro de falência ovariana precoce, mas podemos alertar que aquelas mulheres que já tem casos na familia (mãe e ou irmãs) que procurem seu ginecologista e não adiem muito seu desejo reprodutivo.

5. Quais são os sintomas?
Os sintomas são os mesmos do periodo do climatério como; ausência de menstruação, ondas de calor, perda da fertilidade, diminuiçao da lubrificação vaginal, insônia, irritabilidade e nos casos sem reposição hormonal a osteoporose.

6. Como é o tratamento?
O tratamento consiste na reposição hormonal com os hormônios estrogênio e progesterona que diminuem a sintomatologia do climatério e previne a osteoporose. Para as pacientes com desejo repordutivo a única alternativa é a fertilização in vitro (bebê de proveta) com ovodoação.

7. É hereditário?
Não podemos afirmar que é uma doença hereditária, entretanto pode existir um caráter familiar, mostrando uma maior incidência na mesma família. Aquelas mulheres que já tem casos na família (mãe e ou irmãs) que procurem seu ginecologista e não adiem muito seu desejo reprodutivo.

8. Menopausa precoce é muito comum? Felizmente a menopausa precoce é pouco freqüente, atinge de 1 a 3% das mulheres adultas.

9. O que mais é fundamental saber?
Ressaltamos que aquelas mulheres com menopausa precoce têm que fazer obrigatóriamente a reposição hormonal



para evitar o envelhecimento precoce e prevenir uma doença grave que é a osteoporose. A melhor reposição hormonal deve ser prescrita pelo seu ginecologista de confiança. Além da reposição hormonal, para aquelas mulheres com desejo reprodutivo, indicamos o fiv com ovodoação com boas taxas de gravidez. Neste caso o tratamento deve ser orientado por um especialista em reprodução humana.

texto6Ds



PUBLICIDADE