Pele diabética é mais seca e menos sensível a mudanças de temperatura

Confira porque a pele de quem tem diabetes sofre alterações

ARTIGO DE ESPECIALISTA - ATUALIZADO EM 31/08/2016

Dra. Denise Steiner
Dermatologia - CRM 36505/SP
especialista minha vida

Diabetes é uma doença crônica, que provoca alterações no metabolismo da glicose e insulina, provocando danos e alterações em vários órgãos, entre eles a pele. Esta condição provoca alterações importantes, tanto no metabolismo da glicose como na gordura e também nas proteínas. A diabetes mellitos é uma causa importante de morbidade e mortalidade.

PUBLICIDADE

Diabetes x Pele

A pele do diabético não cicatriza adequadamente, é desidratada e está propensa a infecções. O diabetes está diretamente relacionado ao envelhecimento cutâneo, pois apresenta maior grau de glicação, devido ao fenômeno de hiperglicemia.Isto está diretamente relacionado à formação de produtos denominados (AGE) Advanced Glycacion Endpoint (Produtos Avançados de Glicolização), que estão implicados na degeneração ocular e também na nefropatia.

Trabalhos demonstram resultados controversos quanto à hidratação. Alguns referem que a quantidade de água é similar à da população normal e outros que haveria menos capacidade de retenção hídrica. No entanto, é comprovado que a pele do diabético tem uma cicatrização pior, demorando mais para o fechamento de feridas e também é mais suscetível a infecções.

Alguns estudos mostram menor quantidade de atividade e número de glândulas sebáceas. A elasticidade da pele do diabético também é alterada.

A significância da insulina, como fator de crescimento para os queratinócitos, influenciando sua proliferação e diferenciação é o principal fator para a dificuldade de cicatrização.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

As alterações da pele do diabético ocorrem quando a glicemia está ou não controlada, porém são mais intensos e graves nesta situação. A temperatura é alterada em toda a pele e não somente nos pés. Os pés são mais susceptíveis a ferimentos a ferimentos devido às neuropatias (lesões devido a alterações dos nervos). Hidratar, proteger, evitar traumas, usar cremes com as características antiglicação são importantes.