Botox no couro cabeludo: por que algumas pessoas têm aplicado?

A toxina botulínica ajuda a reduzir o suor e pode ser usada para impedir que os exercícios estraguem o cabelo

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 15/10/2015

Dra. Tatiana Gabbi
Dermatologia - CRM 104415/SP
especialista minha vida

Algumas mulheres queixam-se de suor excessivo na região da testa, o que leva os cabelos a ficarem molhados e estraga o penteado. Quando ocorre sem motivo aparente, estamos diante da hiperidrose, que significa literalmente excesso de suor. Essa condição geralmente acomete as mãos e pés, axilas e face, sendo mais difícil de surgir apenas no couro cabeludo, de forma isolada.

PUBLICIDADE

Nós suamos para abaixar a temperatura do nosso corpo. Quando a transpiração excede a necessidade do corpo de regular a temperatura, isso pode gerar desde um desconforto, até uma situação desagradável, que leva ao aumento da ansiedade, podendo tornar-se incapacitante. Algumas pessoas ficam tão perturbadas emocionalmente que a doença passa a ter um impacto significativo em sua autoimagem e escolhas como relacionamentos, carreira e hobbies.

Por este motivo, indica-se o tratamento médico da hiperidrose e existem várias opções para isso, entre elas a injeção de toxina botulínica (botox). Recentemente, e isso começou nos Estados Unidos, os médicos passaram a indicar o botox para o tratamento do couro cabeludo, à semelhança do que já é feito para tratar o excesso de suor de axilas, mãos e pés.

E se eu não tiver hiperidrose?

Desde que a aplicação de toxina botulínica nas axilas se popularizou para tratar hiperidrose, algumas pessoas sem hiperidrose, se interessaram em realizar esse tratamento para evitar situações constrangedoras como formação de manchas nas camisas quando o ambiente está muito quente, por exemplo. Outras pessoas que praticam esportes (e suam muito nessas situações!) também passaram a fazer o procedimento não com o objetivo de tratamento de uma doença, mas para fins estéticos.

E sem muita surpresa, o mesmo vem ocorrendo com a aplicação de toxina no couro cabeludo! Muitas mulheres suam demasiadamente no couro cabeludo quando praticam esportes, o que estraga o penteado e impede que façam exercícios na hora do almoço, pois já não é possível retornar para o trabalho sem lavar e secar os cabelos. Como o tempo do almoço é limitado, isso compromete totalmente o exercício. Essas mulheres têm procurado os consultórios dos dermatologistas para aplicar a técnica da toxina botulínica no couro cabeludo, com sucesso.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Como o tratamento é feito?

A técnica chama-se scalp botox (botox do couro cabeludo) e é equivalente ao que já se faz para as outras áreas do corpo. Como o couro cabeludo é extenso, um número grande de picadas e uma grande quantidade de produto são necessários para fazer um tratamento adequado. Para se ter uma ideia, uma aplicação de botox para o tratamento de rugas requer cerca de 20-30 injeções (na pior das hipóteses), sendo que, no couro cabeludo, este número pode chegar a 200 picadas! No entanto, o tratamento é rápido, feito em 15 a 20 minutos. Já o tempo de duração é variável de pessoa para pessoa, mas gira em torno de 6 e 12 meses.

É importante frisar que, da mesma forma que o botox das axilas, algumas pessoas experimentarão apenas uma redução do suor, enquanto outras passarão a não suar mais. Essa resposta é individual e não pode ser prevista antes que o paciente se submeta ao tratamento. Trata-se de um tratamento estético relativamente custoso e doloroso, mas que pode ser uma excelente opção para algumas pessoas. O botox do couro cabeludo deve ser discutido com o dermatologista, que vai indicar ou não o tratamento para cada paciente.