Como criar o hábito de passar o protetor solar? Especialista dá dicas

O uso do filtro solar deve ser diário para evitar o risco de câncer de pele e outras condições

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 11/09/2018

Dra. Bhertha Tamura
Dermatologia - CRM 67946/SP
especialista minha vida

Os cuidados com relação a proteção solar iniciam-se com simples métodos físicos como o uso de roupas com mangas longas, calças compridas, chapéus ou bonés. Quem deseja uma proteção mais alta, há vestimentas com fibras especialmente tratadas com dióxido de titânio que possuem uma capacidade maior de proteção, sendo muito útil na prática de esportes, pescaria, lazer ao sol com tempo prolongado de exposição à luz.

PUBLICIDADE

Há alguns anos, os filtros solares não eram tão valorizados, mas com os esforços para o esclarecimento da população, quer seja por mídia, escolas e ação da Sociedade Brasileira de Dermatologia, a sua utilização percentualmente aumentou muito no Brasil assim como a consciência da população com relação ao uso de filtro solar.

Como os filtros solares funcionam?

Um detalhe importante é o entendimento da forma que os filtros funcionam. A maioria dos filtros possuem dois componentes: o químico e o físico.

O químico é uma parte das substâncias do filtro que agem como protetores após a sua modificação química que ocorre na pele e que demora alguns minutos para agir e o outro que é físico, ou seja, o próprio componente, sozinho bloqueia o sol.

Existem então bloqueadores puros? Sim existem, mas são específicos para determinadas profissões ou atividade desportiva e são espessos e cosmeticamente indesejável para a grande maioria dos usuários e por isso, são incluídos em determinado percentual à forma do filtro.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Dicas para aplicar o filtro solar da maneira correta

Como a parte química demora alguns minutos para agir, orientamos a aplicação dos filtros, pelo menos vinte minutos antes da exposição solar para proporcionar o seu efeito.

Muitos pacientes lembram de passar o filtro somente antes da exposição, quando saem ao ar livre e veem a luz solar brilhando. Pois é, além disso, se enganam ao sair num dia nublado pensando erroneamente que a luz solar não deverá "queimar" a pele.

Nossa sugestão é adotar em primeiro lugar um filtro solar com um veículo agradável ao tato, com odor que não incomode e depois, tomar consciência de que o seu uso deve ser rotineiro, como escovar os dentes e lavar o rosto.

Outra dica é aplicar o filtro em todas as áreas expostas ao sol pela manhã e se possível reaplicar pelo menos no início da tarde.

Pacientes que têm necessidade do seu uso devido a qualquer problema de pele, dependendo do tipo de protetor solar e o tipo de indicação, podem precisar reaplicar a cada 2 ou 4 horas durante o dia. Pacientes que são portadores de cloasma ou melasma podem se beneficiar com o uso de filtros com óxido de ferro.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Riscos de não usar o filtro solar

A exposição solar crônica leva ao envelhecimento da pele, mas o que realmente devemos dar importância é a incidência do câncer da pele que é o mais frequente no ser humano, porém subestimado por ser na maioria das vezes diagnosticado pelos dermatologistas enquanto pequenos quando a retirada do tumor pode ser curativa.

Além disso, feridas de pele pré-malignas também podem ser tratadas precocemente pelos dermatologistas evitando sua evolução para tumores mais sérios.