Como decidir qual máscara capilar utilizar?

Especialista explica quando a utilização da máscara capilar é indicada e como usá-la

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 29/05/2019

Dra. Joana D'arc Diniz
Dermatologia - CRM 52677868/RJ
especialista minha vida

A máscara capilar frequentemente possui uma consistência e apresentação cremosa, cuja finalidade é promover uma ação reparadora, nutriente, hidratante e anti-frizz. Como o objetivo do produto é tratar os fios, seus ativos são devidamente selecionados para penetrar, amolecer, reparar, repor substâncias perdidas, seja por química, por fotodegradação, maus tratos e demais danos capilares. Estes produtos são elaborados para a saúde e melhoria da fibra capilar, por isso são bons aliados na preservação e beleza dos cabelos.

PUBLICIDADE

Contudo, a principal finalidade da máscara é proporcionar uma hidratação mais profunda, restaurar cabelos danificados e ressecados por produtos químicos, danos térmicos, físicos, repor nutrientes, proteger contra agentes externos (sol, poluição, vento entre outros), além de manter a coloração e reter a umidade natural dos fios, favorecendo deste modo o teor de hidratação da fibra capilar.

Todo esse processo contribui ainda para restituir a perda de queratina e umidade, restabelecer a elasticidade e combater a porosidade, fatores bastante comuns em cabelos sujeitos as químicas de redução (relaxamentos, escovas químicas, alisamentos) ou oxidação (coloração, descolorações), procedimentos estes que removem os lipídeos, cutículas e outros elementos. Seus pHs são alcalinos e colaboram e muito para o desgaste da fibra capilar, mesmo que em baixas concentrações.

As máscaras possuem um teor de lipídeos, silicones, óleos, aminoácidos mais elevados e elas são preparadas para atingir tais objetivos.Também em relação a sua utilização o recomendado é sua aplicação para um tratamento mais profundo ou, em alguns casos, até mesmo por prevenção.

Quando usar a máscara capilar?

Na maioria das vezes a utilização das máscaras é aconselhada 1 vez por semana ou quinzenalmente, porém existem algumas máscaras, que durante um tratamento mais intensivo, poderá ter seu uso diário. De uma maneira geral, se sua fibra não está danificada, pode optar no dia a dia apenas pelo xampu e o condicionador.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Quando houver necessidade de uma hidratação mais profunda, um tratamento mais direcionado, que poderá ser quinzenal ou mensal (de acordo com o tipo e as condições dos cabelos) se pode lavar os cabelos com xampu, enxaguar e aplicar a máscara, deixando o tempo de pausa seguindo as indicações do fabricante.

Como escolher a máscara capilar?

Há vários tipos de máscaras de qualidade oferecidos no mercado e para os mais diversificados problemas e estruturas capilares. No entanto, é necessário levar em consideração o estado do fio e do couro para sugerir a melhor opção e forma de aplicação.

O modo correto de passar a máscara é após o cabelo ser lavado, removendo o excesso de água e deixando-os levemente umedecidos. Depois aplique o produto e deixe agir durante o período indicado pelo fabricante. Porém, é importante destacar que certas máscaras precisam ser aplicadas em cabelos totalmente secos, mas sempre bem limpos.

A maior parte das máscaras existentes atualmente na indústria cosmética não precisa de aquecimento térmico para melhor ação, isso torna a aplicação muito mais prática, facilitando a rotina de quem deve usá-las com intervalos semanais.

De maneira prática, indicamos as máscaras para aplicação semanal em cabelos danificados por excesso de exposição solar ou produtos químicos. Isso vale para sol + água do mar, sol + água com cloro (piscinas), tinturas, descolorações e alisamentos. Cabelos ressecados ou menos hidratados por excesso de lavagens (para aqueles que têm hábito de lavar os cabelos diariamente, muitas vezes por mais de 1 vez/dia), é indicado usar máscaras com intervalo de 15 dias.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

A quantidade de produtos hidratantes e a concentração de cada um irá variar conforme o tipo de cabelo. Cabelos encaracolados ou crespos necessitam de aplicação cuidadosa em toda a extensão dos fios, para que o produto se distribua de maneira uniforme.

Lembre-se que as recomendações de aplicação e os intervalos de uso devem ser indicados preferencialmente após uma avaliação profissional, pois dependem da análise do tipo de cabelo e das condições do couro cabeludo.

Mais sobre