Rinoplastia: Você sabe o que é o multi-lock system?

Entenda o que é a técnica operatória e quais as diferenças para a rinoplastia convencional

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 19/07/2019

Dr. Marcelo Wulkan
Cirurgia Plástica - CRM 108732/SP
especialista minha vida

A rinoplastia é, na opinião de muitos cirurgiões plásticos, uma das cirurgias mais difíceis. O motivo é que alterações de milímetros podem mudar grandes resultados, especialmente em pacientes com pele fina. Em pacientes com espessura de pele mais grossa, pode ter outra dificuldade: o peso da pele sobre a área operada e a pouca retração da pele. A pele grossa impede que se mostre em detalhes o refinamento feito nas cartilagens e osso.

PUBLICIDADE

Existe uma situação de que muitas pessoas que fazem rinoplastia podem se queixar: a perda de projeção da ponta nasal. Ou seja, por um tempo depois da cirurgia, variando de meses a anos, o aspecto fica interessante, mas depois pode perder um pouco o refinamento. Por isso, uma técnica descrita por mim tenta contornar esse problema.

Por que o Multi-Lock System foi feito?

Não existe uma técnica operatória que seja melhor do que outra e nem consenso absoluto de abordagens na rinoplastia. Por isso, temos dezenas de técnicas que devem ser feitas para cada tipo de paciente. No entanto, no decorrer dos anos, ele percebeu que alguns pacientes perdiam um pouco da projeção da ponta e com isso o refinamento que tinha se obtido com a cirurgia. Por esse motivo, ele tentou desenvolver uma abordagem que pudesse minimizar esse problema.

Qual a diferença do Multi-Lock System para a rinoplastia convencional?

A ideia central nessa abordagem é que muitas técnicas de rinoplastia usam fios de sutura para tentar manter as estruturas e enxertos (pedaços de cartilagem esculpido) num determinado local do nariz. Com o tempo, o ponto pode se afrouxar e permitir a mobilidade da estrutura. Ou seja, caso o ponto se solte existe a possibilidade do resultado se alterar.

Isso é uma suposição que ainda precisa ser reavaliada, mas nos últimos cinco anos vimos que o Multi-Lock System pode ser benéfico em algumas situações. Essa técnica atua predominantemente no terço inferior do nariz (parte da columela e ponta nasal) sendo que pode ser associada com outras técnicas já existentes para atuar em conjunto com outras partes do nariz.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Todo cirurgião plástico pode utilizar a técnica do Multi-Lock System?

A técnica está à disposição para ser usada por qualquer cirurgião plástico visto que está publicada numa revista internacional de cirurgia plástica chamada Aesthetic Plastic Surgery. Em nosso país, existem ótimos cirurgiões plásticos que conseguem lindos resultados com suas técnicas. Isso comprova que não existe uma única técnica para todos os casos. Entendemos que o Multi-Lock System possa ser mais uma alternativa no arsenal do cirurgião plástico, mas não deve ser entendido como solução para tudo ou que seja uma técnica melhor que outra.

Quais seriam os pacientes com maiores chances de usar o Multi-Lock System em uma rinoplastia?

Essa técnica utiliza enxertos grossos e fortes que precisam ser esculpidos de costela. Usualmente pode ser usada em pacientes com pele grossa (pesada sobre as estruturas do nariz) tanto em rinoplastia primária como secundária.

Veja a seguir um desenho esquemático do Multi-Lock System para rinoplastia:

Esquema do Multi-Lock System
Esquema do Multi-Lock System

Dr. Marcelo Wulkan (CRM 108732/ RQE 28948) é cirurgião plástico membro efetivo e titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Possui doutorado pela Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) e aprimorou conhecimentos na Universidade de Harvard nos Estados Unidos. Também é Membro da Rhinoplasty Society (Active Member), International Confederation for Plastic, Reconstructive and Reconstructive Surgery, International Society of Aesthetic Plastic Surgery e da American Society of Plastic Surgeons.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)