Você sabe prevenir a calvície feminina?

Descubra o que é verdade e o que é mito sobre a queda de cabelos

POR CAROLINA SERPEJANTE - ATUALIZADO EM 21/07/2016

Assistir aos cabelos caindo sem controle é um dos maiores pesadelos para qualquer mulher. A calvície feminina é uma doença que atinge 50% das mulheres após os 50 anos, especialmente no período da pós-menopausa.

Chamada também de alopecia androgênica, essa calvície é de origem genética e acontece devido à ação que uma enzima - chamada 5-alfa-redutase - exerce sobre a testosterona (hormônio mais frequente nos homens, mas que também está presente nas mulheres). "Essa enzima, quanto em excesso, age sobre a testosterona e resulta na substância DHT (dihidrotestosterona), que interfere nos folículos do cabelo, tornando-os mais finos e pequenos, até caírem", explica a dermatologista clínica Cristiane Dal Magro. Essa enzima está presente tanto em homens quanto em mulheres e é a causa da calvície hereditária - ou alopacia genética.

Apesar de a calvície genética afetar tanto homens quanto mulheres, existem muitos fatores que podem influenciar a queda. Você sabe quais são eles ou acredita em alguns mitos? Faça o quiz e descubra!

1/9

1) Queda de cabelo e calvície são a mesma coisa?

2/9

2) Há diferenças entre calvície feminina e masculina?

3/9

3) A calvície feminina pode ser causada por uma alteração hormonal?

4/9

4) Ela também pode ser causada por insuficiência de ferro?

5/9

5) Cortar os cabelos regularmente diminui a queda?

6/9

6) A caspa vai interferir na queda de cabelos?

7/9

7) O estresse pode causar calvície feminina?

8/9

8) Lavar os cabelos diariamente ou dormir com eles molhados favorece a queda?

9/9

9) A calvície feminina possui tratamento?