Micose de unha (onicomicose): como acabar rápido com ela

O uso de ingredientes caseiros pode ajudar a evitar esse problema

POR PAULA SANTOS

Foto: shutterstock/cunaplus
Micose de unha (onicomicose): como acabar rápido com ela

A micose de unha, também chamada de onicomicose, é uma infecção causada por fungos que pode atingir as unhas dos pés e das mãos. O seu aparecimento é mais frequente nos pés, pois o uso de calçados e meias criam um ambiente propício para a proliferação de fungos.

PUBLICIDADE

Sinais da micose de unha

As primeiras evidências do surgimento da micose são estéticas. Os fungos se alimentam da queratina, componente presente nas unhas, causando o deslocamento delas. Isso se manifesta através do aparecimento de manchas brancas e amareladas no local.



Outros sinais da micose são:

  • Alteração da forma e espessura das unhas
  • Dor e inflamação no local
  • Acúmulo de queratina embaixo da unha
  • Engrossamento

Tratamentos

Remédio para micose de unha

Os remédios devem ser utilizados apenas com indicação médica, já que há o risco de o grau da micose piorar. Nos casos em que o uso de substâncias orais anti-fúngicas forem necessários, o médico irá prescrever o medicamento adequado para o paciente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

"Cada substância tem uma posologia adequada, que deve ser respeitada. O uso deve ser prolongado (de meses até anos, dependendo do grau da micose de unha)", explica Cristiano.

Como tratar micose de unha sem remédios

O tratamento varia de acordo com a gravidade da lesão causada pela micose. Depois de diagnosticado qual foi o agente causador da proliferação de fungos, o médico irá orientar o paciente a seguir os passos adequados.



Normalmente, além dos remédios, o tratamento varia entre:

  • Creme antifúngico
  • Esmalte e solução antifúngico

O dermatologista Cristiano Kakihara explica que, para pacientes que já tenham passado por tratamentos convencionais mas não obteve sucesso pleno, há a opção de tratar a micose através da aplicação de lasers.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Tire suas dúvidas sobre o tratamento de micose de unha.

Tratamentos caseiros

Muitas pessoas optam por substâncias caseiras na hora de tratar a micose. Porém, de acordo com dermatologistas, esses tratamentos servem apenas para evitar o surgimento de bactérias, não servindo como inibidor de crescimento dos fungos. Entre eles, estão:

  • Água oxigenada para micoses: De acordo com Cristiano, a água oxigenada pode ser utilizada como coadjuvante no tratamento por diminuir a população bacteriana, que pode estar em excesso na unha, dificultando a cura.
  • Vinagre para micoses: A dermatologista Fabiana Seidl explica que o vinagre tem ação bactericida, podendo ser usado para evitar a contaminação de bactérias no local.

Apesar de não serem usados como cura da micose, a higienização dos pés é um passo importante para evitar a piora do caso.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
Micose nas unhas

Como acabar com a micose de unha rápido

Por se tratar de uma contaminação causada por fungos, o tratamento da micose pode levar de 6 a 8 meses para se concluir. Em casos mais graves, é preciso combinar o uso de pomadas com o tratamento antifúngicos oral.

"Depende do caso, mas geralmente o tratamento oral é mais rápido. Porém existem algumas contraindicações que limitam seu uso em alguns pacientes idosos ou com doenças crônicas no fígado", conta a dermatologista Fabiana Seidl.

A especialista lembra que as unhas dos pés crescem em média 1 milímetro ao mês e as das mãos 3 milímetros, podendo variar com a idade ou qualidade da queratina, o que torna o tratamento mais lento e demorado.

Prevenção

Algumas medidas são essenciais para evitar a proliferação de fungos nas unhas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
  • Higiene do corpo: Lavar bem as mãos e os pés com sabonete neutro.
  • Cuidado com trauma nas unhas: A dermatologista Carolyne Sawamura explica que pessoas que utilizam sapato fechado, esportistas, diabéticos, pessoas que sofrem de doenças que causam má circulação do sangue e as com mais de 40 anos devem proteger os pés de possíveis machucados, pois as unhas passam a crescer mais devagar.
  • Atenção aos itens pessoais: Evitar o compartilhamento de objetos pessoais como tesouras, lixas e alicates é essencial para que não haja a transmissão da micose entre indivíduos.
  • Uso de calçados: Pisar descalço em lugares com terra, mato e areia pode causar o contato com espécies fúngicas que causam micose.
  • Escolha certa de meias: Os dermatologistas recomendam o uso de meias de algodão, pois elas permitem que o pé receba ventilação.
  • Calçados ao sol: De acordo com Carolyne Sawamura, a exposição de calçados ao sol dificulta a proliferação de fungos por causa da ação dos raios ultravioletas.
  • Luvas: Utilizar luvas ao entrar em contato com água também é uma forma de prevenir a contaminação por fungos.

Riscos da micose

Se não tratada de forma adequada, a micose pode causar diversos riscos ao paciente. Entre eles estão:

Fontes:

Cristiano Kakihara, médico dermatologista, CRM 113216/SP

Fabiana Seidl, médica dermatologista, CRM/CRP/CRO: 52878529
Carolyne Sawamura, médica dermatologista da Clínica Luciana Garbelini, CRM-SP 162377