Protetor solar: qual é o melhor para o seu rosto e corpo

Entenda a importância do uso diário do filtro solar, o que é FPS e quais os erros comuns na hora de aplicá-lo

Você é o tipo de pessoa que só usa protetor solar no verão? Embora seja muito comum aplicar o produto na praia ou antes de usar a piscina, o que nem todos sabem é que o produto deve ser usado o ano inteiro. Isso porque mesmo nos dias frios e nublados, os raios ultravioletas continuam sendo emitidos e causam diversos efeitos nocivos como envelhecimento precoce, manchas na pele, aumento da flacidez e até mesmo câncer de pele.

PUBLICIDADE

Qual é a função do protetor solar?

O protetor solar protege as células da pele contra os efeitos nocivos da radiação ultravioleta, UVA, UVB e infravermelho. De acordo com a dermatologista Emily Alvernaz, a radiação UVA é a principal responsável pelas manchas e pelo fotoenvelhecimento precoce da pele, enquanto a UVB é a que causa queimaduras solares.

Tipos de protetor solar

No mercado, existem muitos tipos de protetores solares pensado para os mais diversos contextos, são eles:


  • Com hidratante: É indicado para peles secas, pois preserva a oleosidade natural e confere um aspecto brilhoso, garantindo a refração da luz solar
  • Com antirrugas ou anti-idade: possui antioxidantes que preservam a saúde da pele e ajudam a retardar o processo de envelhecimento celular
  • Para pele oleosa: pessoas com pele mista e oleosa sempre devem buscar produtos que não deixem a pele ainda mais engordurada, são os chamados oil- free
  • Com base: Contém pigmentos de cor para ser um protetor e, ao mesmo tempo, um item de maquiagem, ajudando proteger contra o envelhecimento precoce da pele
  • Antipoluição: possui antioxidantes mais potentes, com o objetivo de devolver o viço à pele
  • Em spray
  • Em pó
  • Em gel
  • Clareador
  • Em bastão
  • Vegano
  • Corporal
  • Labial

Como escolher o protetor solar ideal para sua pele?

A principal referência para a escolha do produto é o Fator de Proteção Solar. O FPS representa o tempo que o produto pode proteger a pele das queimaduras solares. Desta forma, quanto maior for o FPS, mais tempo a pele irá demorar para apresentar uma queimadura solar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

A orientação da Sociedade Brasileira de Dermatologia é que todas as pessoas expostas ao sol no Brasil usem protetor solar com FPS mínimo de 30, para barrar os raios UVB, e com proteção contra os raios UVA, explicitada no rótulo por sinais de "+" ou pelas frases "proteção UVA" ou "proteção de amplo espectro".

Como escolher o protetor solar

Porém, existem alguns casos que podem exigir que a pessoa use FPS mais elevado que 30, são eles:

  • Pessoas com antecedentes próprios ou na família de câncer de pele
  • Exposição contínua ao sol devido à natureza do trabalho
  • Presença de condições como melasma e rosácea
  • Tratamentos estéticos que sensibilizam a pele (com ácidos e laser, por exemplo) em andamento
  • Albinos

Além disso, é preciso levar em consideração fatores como o tipo e o tom da pele, a idade e tendência a problemas dermatológicos, como manchas e acne.

"Para proteger a pele do corpo, as loções cremosas são as mais adequadas. Se houver muitos pelos, o uso de spray facilita a aplicação. No rosto, o filtro solar deve ser escolhido de acordo com o tipo de pele. Se ela for oleosa, o uso de gel, gel-creme ou loção oil-free é o mais adequado. Para peles secas, é mais indicado o uso de creme", explica a dermatologista Selma Cernea, do Hospital Israelita Albert Einstein (SP).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Protetores solares mais buscados na internet

  • Protetor solar La Roche-Posay
  • Protetor solar Vichy
  • Protetor solar Nivea
  • Protetor solar Neurogena
  • Protetor solar Sundown
  • Protetor solar Roc
  • Protetor Solar Episol

Quando passar o protetor solar?

O uso do filtro solar deve ser diário nas quantidades recomendadas sobre as áreas expostas, devendo ser reaplicado pelo menos duas vezes ao dia, isso em caso de não exposição direta ao sol, transpiração ou retirada do produto ao nadar. Caso isso aconteça, o protetor deve ser reaplicado imediatamente.

Segundo a dermatologista Emily Alvernaz, deve-se priorizar o uso em face, incluindo lóbulo das orelhas, pescoço, colo, braços e dorso das mãos, mas se a perna ficar exposta o protetor também deve ser aplicado na região. Em caso de exposição de outras partes do corpo, recomendamos a aplicação do filtro na área e posteriores aplicações conforme o filtro for sendo eliminado por transpiração ou contato com a água.

Como passar o protetor solar?

A quantidade certa de protetor solar para prevenir os efeitos danosos do sol na pele é de 2 mg/cm², o que equivale, em média, a 25-30 gramas por aplicação em um adulto, mas na prática utilizamos a regra de:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
  • 1 colher de chá para a face, pescoço e cabeça (em casos de calvície)
  • ou o equivalente ao tamanho de uma ervilha para o rosto somente
  • 1 colher de chá para cada braço, dorso, tórax e abdômen
  • 2 colheres de chá para cada perna.

"Em crianças orienta-se utilizar metade das quantidades para cada área", indica Emily Alvernaz.

Erros no uso

Além de somente usar o protetor solar no verão quando se vai à praia ou à piscina, existem muitos outros equívocos frequentes

Aplicação: É essencial se preocupar em passar o protetor solar em todas as partes do corpo, pois muitas pessoas acabam esquecendo dos locais mais "escondidos", como nuca, axilas, orelhas, mãos e pés, o que pode até manchar a pele.

Reaplicação: Muitas pessoas acreditam que não é necessário reaplicar protetores solares por serem resistentes à água, e passam muitas horas seguidas expostas ao sol, transpirando e se molhando, sem passar novamente o produto - o que compromete totalmente sua eficácia.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Validade do produto: A dermatologista Selma Cernea lembra também que é fundamental verificar a data de validade do protetor solar. Muitas pessoas têm o costume de guardar o produto após o fim do verão para resgatá-lo apenas no ano seguinte, sem checar se o produto está vencido.

Outras formas de proteção contra os raios solares

É importante lembrar também que há opções complementares ao protetor solar, especialmente pessoas que estão na praia, piscina ou praticando atividades ao ar livre. A dermatologista Denise Chambarelli lista outras opções complementares ao protetor solar:

  • Bonés
  • chapéus
  • roupas esportivas com proteção UV
  • óculos
  • Quando for à praia,nunca deixe de levar um guarda- sol

"Mas, mesmo que fique embaixo do guarda-sol, é fundamental usar o filtro solar. A radiação reflete na areia da praia e o calor intenso também ajuda a queimar a pele", diz Denise.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Referências

(1) Emily Alvernaz, dermatologista com especialização em Medicina e Cirurgia Estética

(2) Denise Chambarelli, dermatologista
(3) André Braz, dermatologista
(4) Claudia Marçal, dermatologista
(5) Christiana Blattner, dermatologista - membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica e membro do corpo clínico do Hospital Centro Médico de Campinas
(6) Selma Cernea, dermatologista do Hospital Israelita Albert Einstein (SP)