Batom: veja os tipos, truques para durar mais e como fazer em casa

Entenda a diferença entre os tipos de batons mate, líquido, cremoso e outros

O batom é um item da maquiagem que nunca sai de moda. Por isso, provavelmente você tem pelo menos um no seu nécessaire. Há quem prefira um toque mais seco nos lábios ou até mesmo um acabamento molhado, e é por isso que o mercado de cosméticos oferece uma grande diversidade de opções, a fim de atender a todos os gostos e preferências.

PUBLICIDADE

Além de ser usado no dia a dia e em diversas situações, tanto para ir ao trabalho como para ir à uma festa, alguns podem cuidar da saúde dos lábios enquanto realça a região com sua cor. Confira tudo sobre esse cosmético que - mesmo após milhares de anos - nos fascina.

História do batom

O batom é um cosmético que contém pigmentos para colorir e realçar os lábios, podendo também proporcionar hidratação e proteção solar, dependendo do tipo escolhido. Pode ser achado em vários formatos, como em bastão, pasta cremosa e líquido.


O hábito de colorir os lábios é muito comum, mas não é de hoje que essa prática é usada entre as pessoas. Na verdade, as raízes vêm do Egito (5000 a.C.), quando as mulheres aplicavam pigmentos vermelhos nos lábios. Elas usavam uma substância chamada "Púrpura de Tyr", uma tinta rara produzida na cidade fenícia de Tiro.

As mulheres casadas da Grécia usavam no século II uma raiz de polderos misturada com cera de mel para dar um aspecto pigmentado e cremoso aos lábios. Mesmo sendo uma mania pintar os lábios com o passar dos séculos, na Espanha (século VI), as mulheres que pintavam os lábios eram condenadas pela sociedade, sendo consideradas prostitutas ou muito pobres.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Até que, no início do século XX, o nome "batom" surgiu da palavra francesa "bâton", que significa "bastão". O criador da palavra foi o perfumista Rhocopis, que inventou uma massa à base de amêndoas, talco e pigmentos vermelhos, dando origem ao primeiro batom da história.

Tipos de batom

Existe uma gama enorme de batons para satisfazer todos os desejos. É possível encontrá-los em diversas formas, cores e marcas diferentes. De acordo com a maquiadora Daniella Vaz, do Jacques Janine Fashion Mall (RJ), os principais tipos são:

Mate: como o próprio nome diz, tem uma textura matificada, ou seja, mais seca. É muito indicado para usar no verão, já que a fixação é mais prolongada e borra menos porque não derrete com o calor.

Líquido: este tipo ganhou destaque nas últimas temporadas, pois é de fácil aplicação e entrega uma cor bastante intensa. Mas é importante esperar secar para garantir a fixação desejada e a cor que o produto promete.

Cremoso: é clássico e também de fácil aplicação, mas no verão não é tão indicado porque pode borrar com mais facilidade devido ao calor excessivo. Já no inverno, graças ao seu efeito hidratante, ajuda a proteger os lábios do vento frio, sem deixar a boca com aspecto craquelado e ressecado.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

3D: este tipo é ideal para lábios mais finos, pois dá a impressão de volume.

Acetinado: não é seco como o mate nem emoliente como o cremoso e fica bastante confortável nos lábios.

Vinil: é uma mistura de brilho com cremosidade. As cores conferem um aspecto mais vibrante aos lábios.

Cintilante: este tipo de batom possui brilho na composição da cor. Geralmente tem efeito perolado ou metalizado e, quando usado no centro da boca, pode dar aparência mais volumosa aos lábios.

Envernizado: também tem efeito laqueado, ou seja, com bastante brilho. Dá a impressão de que passou verniz por cima do batom com cor.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Gloss: a maioria apresenta brilho e pouca pigmentação. É muito usado para deixar os lábios molhados e dar um aspecto fresh ao make.

Como o batom é feito?

De acordo com Emily Alvernaz, dermatologista da Clínica Goa (RJ), os batons normalmente são compostos por uma mistura de ceras, como a de carnaúba, candelilla e de abelha. A cera vegetal carnaúba, por exemplo, é de difícil extração e por esse motivo seu preço é mais elevado do que as outras ceras. Ou seja, quanto maior a quantidade desse tipo de cera nos batons, maior o valor na hora da compra.

Para compor o batom, também são necessários pigmentos que podem ser extraídos de plantas ou corantes como o carmim (tom derivado de insetos), eosina (para um tom mais vermelho) e dióxido de titânio (para tons mais claros). São usados nessa mistura óleo mineral ou vegetal, como o de rícino, oliva, lanolina - e pode ser acrescentada a manteiga de cacau em conjunto, ajudando a perfumar o produto e torná-lo mais hidratante.

Além de toda essa combinação, podem ser encontrados na fórmula alguns alcoóis, que são usados como solventes no processo de produção, como a glicerina, que também proporciona hidratação aos lábios.

"Normalmente o batom é processado misturando as ceras derretidas, que conferem o formato e resistência do batom, aos outros compostos químicos responsáveis pela pigmentação, emoliência, hidratação e odor até formar uma mistura homogênea que é colocada em um determinado formato, resfriada e avaliada pelo controle de qualidade", explica a dermatologista Emily Alvernaz.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Vale lembrar que a proporção desses componentes pode variar de acordo com o tipo de batom que se quer obter. Um batom mate, por ter uma textura mais seca, possui maior concentração de cera e pigmento e menos óleo. Já um batom cremoso tem mais concentração de óleo e menos de cera - para citar alguns exemplos.

Benefícios de usar batom

A pele dos lábios também necessita de cuidados, e hoje é possível encontrar batons com ativos que hidratam e restauram a região, como ceramidas, pantenol e vitamina E. Além disso, as versões com FPS conferem proteção extra contra queimaduras solares e câncer de lábios provocados pela exposição crônica à radiação solar.

Além disso, o batom também é um bom recurso para ajudar a rejuvenescer os lábios, que ficam mais finos com o passar dos anos. Com um truque muito simples é possível deixá-los mais preenchidos e evidentes. "Aplique sutilmente lápis de contorno labial um pouco além da linha da boca e, dentro do desenho, preencha com um batom de sua preferência", ensina o maquiador Robson Assis, do Werner Coiffeur (RJ).

Alergia ao batom

A alergia ao batom pode surgir de forma inesperada e isso acontece, geralmente, na área externa dos lábios, o que pode ser chamado de alergia de contato. De acordo com a dermatologista Emily Alvernaz, recomenda-se nesses casos a interrupção do uso do batom, pois a reação alérgica ocorre devido a algum componente básico da sua composição, como pigmentos ou odores.

Muito se questionam sobre a presença de metais pesados na composição do batom, que pode trazer diversos malefícios para a saúde, como alergias e câncer de lábios. De acordo com a ANVISA, no Brasil só é permitido acetato de chumbo em tintura capilar com limite de 0,6% contendo não mais que três ppm (partes por milhão) de arsênio e uma ppm de mercúrio.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

"Atualmente, a regularização de batons na Anvisa é realizada por meio de um sistema que contém uma lista de ingredientes cosméticos que devem ser selecionados pelas empresas. Estes ingredientes possuem dados de segurança para uso em cosméticos. A Cosmetovigilância não teve, até o presente momento, qualquer denúncia, que trata especificamente de produtos com chumbo, ou denúncia sobre intoxicação por chumbo quando do uso de cosméticos", ressaltou ANVISA em nota.

Como usar o batom

Os especialistas recomendam fazer uma leve esfoliação nos lábios antes de passar o batom, para eliminar pelinhas soltas, células mortas e garantir um resultado perfeito. O jeito como você aplica o produto depende muito do formato da sua boca, pois o batom serve para ressaltar esse formato. "A dica é usar um lápis labial para fazer o contorno antes da aplicação. Isso ajuda a prolongar a duração e deixa os lábios mais definidos, sem chance de ficarem borrados", explica a maquiadora Daniella Vaz. Após fazer o contorno, preencha o interior dos lábios com batom - se for com um pincel, melhor ainda (você vai entender o motivo no próximo tópico!). Limpe o que for preciso com um cotonete. Ou, se preferir, recorra ao velho truque de "beijar" um guardanapo para remover o excesso de produto.

Dá pra transformar batom cremoso em mate?

Outro hábito comum e que circula na internet é a técnica de matizar um batom cremoso com auxílio de pó compacto, pó translúcido ou maisena. Basta aplicar gentilmente um dos três citados, com o auxílio de um pincel. Não se preocupe caso a boca fique esbranquiçada, porque é só tirar o excesso com outro pincel limpo e pronto, está feito. Segundo o maquiador Robson Assis, a técnica pode deixar o pigmento do produto mais opaco e menos natural, mas não há problemas em fazê-lo.

Como fazer o batom durar mais

1 - "O maior detonador da beleza do batom são os lábios ressecados", conta Rosman Braz, maquiador do Salão 1838 (SP). "Para reverter o problema, basta usar um hidratante labial, que além de melhorar o ressecamento, vai melhorar o aspecto da boca, evitando que rachaduras e descamação apareçam", recomenda.

2 - O primer é um aliado e tanto. "Ele prepara o lábio para o batom, mas não vale passar o primer de pele nos lábios, é preciso usar o produto específico", explica Marlene Adami, do Maison Payot (SP). "Ele aumenta a duração do batom, evita aquelas rachaduras comuns nos lábios, e se tiver um hidratante associado na fórmula, dispensa o uso do hidratante labial".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

3 - Para quem não tem o primer, Rosman Braz dá a dica: "Passar base e pó nos lábios, e em seguida o batom, faz praticamente o mesmo efeito: esconde os defeitos e aumenta a duração do produto". A cor do batom gruda nesses produtos, nem quem esfrega muito o lábio ou passa a língua com frequência fica sem batom, fica sempre um fundo da cor no pó e na base.

4 - O maquiador Rosman Braz recomenda que a aplicação do batom seja feita preferencialmente com pincel. "Quando você faz a aplicação com o pincel, os lábios ficam da cor exata do batom, o que não acontece quando você aplica diretamente com a bala (o bastão) do batom", conta.

5 - Como mencionamos no tópico anterior, contornar os lábios com um lápis é essencial para definir a região - além de evitar que o batom escorra e a cor vá por água abaixo.

Leia mais dicas para aumentar a duração do batom em Sete passos para fazer o batom durar mais.

Como fazer batom caseiro

Para quem procura por uma alternativa caseira e natural de batom, a dermatologista Emily destaca alguns ingredientes que, juntos, podem ser transformados em um produtinho caseiro cheio de hidratação para os lábios. Atenção aos passos:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
  • Derreta em banho-maria 1 colher de sopa de cera (manteiga de cacau ou karité) junto com a de candelilla
  • Misture com 1 colher de chá de óleo de coco
  • Acrescente 1 gota de óleo essencial para perfumar
  • O pigmento pode ser extraído do suco natural e concentrado de beterraba
  • Misture tudo e acrescente aos poucos algumas gotas do suco concentrado
  • Concentre tudo em um pequeno recipiente com tampa
  • Deixe resfriar em temperatura ambiente e pronto!

Referências

Emily Alvernaz, especialista em Dermatologia e Cirurgia Estética da Clínica Goa (RJ) - CRM-RJ 520110012

Daniella Vaz, maquiadora do Jacques Janine Fashion Mall (RJ)

Robson Assis, maquiador do Werner Coiffeur (RJ)

Rosman Braz, maquiador do Salão 1838 (SP)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Marlene Adami, maquiadora do Maison Payot (SP)

LOPES, Patrícia. "Batom"; Brasil Escola. Disponível em https://brasilescola.uol.com.br/curiosidades/batom. Acesso em 18 de janeiro de 2019