Sete passos que motivam o abandono de um mau hábito

Valorizar suas conquistas e não perder o foco é fundamental

POR LAURA TAVARES - ATUALIZADO EM 14/07/2016

Se você já se propôs a largar o cigarro, evitar comer demais ou até mesmo parar de roer as unhas sabe que abandonar um mau hábito não é tarefa fácil. Segundo o psicólogo Vitor Sampaio, hábitos são nosso modo de ser, ou seja, a forma como realizamos nosso existir diário. "Abandonar uma parte de nós mesmos é muito difícil e, por isso, parece tão complicado quebrarmos um costume", afirma. Vale lembrar ainda que grande parte desses hábitos funciona como válvula de escape para problemas emocionais, como a ansiedade. Entretanto, com alguns truques fica mais fácil de alcançar metas, seja ela qual for. Confira as dicas que psicólogos dão para abandonar um mau hábito.

Acredite em você

O primeiro passo para tentar cortar um mau hábito é reconhecer-se capaz de tal realização. Lembre-se de que mesmo com todas as tentações você consegue manter a disciplina. "Iniciar um processo de mudança com um discurso derrotista aumenta a probabilidade de você falhar", alerta a psicóloga Marina Vasconcellos, terapeuta familiar e de casal pela Unifesp. Por isso, saiba que apesar de tudo você pode alcançar seu objetivo.