Energia deve fluir como um todo pela casa

Ambientes em desarmonia prejudicam o bem-estar

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 15/03/2011

Tenho recebido muitas perguntas de pessoas querendo melhorar energeticamente o quarto do casal, a sala do diretor, a garagem embaixo da casa, a recepção da empresa, o quarto de brinquedos, até um canto do jardim... Todas essas pessoas pedem uma análise isolada, alegando que o resto dos espaços não precisa ser observados, já que eles já estão agradáveis. Mas fazer esse tipo de avaliação isolada é impossível. Os cômodos e ambientes não estão desligados um do outro e não são independentes e por isso não podem ser tratados de maneira separada. Portanto, quando a sala da diretoria precisar ser arrumada e reorganizada, é preciso analisar a empresa inteira.

PUBLICIDADE
Os ambientes em que estamos vivendo ou trabalhando trocam energia e estão interagindo constantemente.

Para facilitar o entendimento de porque esse processo é importante, basta pensarmos no corpo humano. Tudo está conectado, interligado, entrelaçado como um grande quebra cabeça. A energia não flui só em um pedaço ou em uma parte. O que acontece na verdade é que todas as coisas a nossa volta são energia e estão interagindo constantemente. Pessoas, animais, plantas espaços, objetos... tudo isso está interligada e trocando energias.

Harmonizar ambientes requer bom senso e boa orientação, além da preocupação com todos os aspectos acima citados. Requer coisas simples e práticas. Toda vez que alguém chegar com soluções milagrosas ou caríssimas e que incluem a venda de produtos específicos é bom ficar atento, já que uma pessoa séria e com profundos conhecimentos e não apelaria para esses recursos.

A atuação do geobiólogo é é auxiliar na montagem desse grande quebra cabeça, usando um mix de técnicas como a radiestesia, a acupuntura de solo, o Feng Shui, analises do subsolo, equipamentos eletrônicos de medição, numerologia, limpezas energéticas, que acabam unindo todos os elementos da maneira mais harmônica e equilibrada possível.

Mas mesmo o melhor profissional não consegue obter bom resultados quando o proprietário não tem vontade de executar o que foi sugerido. Na verdade, quem realmente consegue mudar o fluxo de energia em uma casa é o seu próprio dono. Se ele não fizer nada, não adianta esprar um bom resultado, nem culpar o profissional contratado.

Lembrar que o quebra cabeça, começa com uma peça, que vai se unindo as demais, num encaixe perfeito, resultando sempre numa bela surpresa. É assim que devemos visualizar as nossas casas ou nosso ambiente de trabalho. Vamos juntar os espaços, fazer com que tenham essa conexão com os demais ambientes e que estejam em sincronia com o todo.