Crie um jardim ou um espaço de meditação na sua casa

Esconda-se na correria num ambiente relaxante, com a sua cara

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 28/08/2008

Com todo o estresse que a vida moderna nos traz, a meditação nos proporciona um resgate da harmonia e do equilíbrio interior, além de nos ajudar a resolver problemas internos. Para meditar, precisamos de relaxamento e concentração. O psicólogo Leonardo Mascaro afirma que a meditação não é uma técnica. É um estado de atividade cerebral, estado de consciência, quando o cérebro produz maior atividade de ondas alfa e theta, levando a um relaxamento e a um mergulho no seu espaço interno. Dessa forma, traz maior abertura entre o consciente e o subconsciente, viabilizando o autoconhecimento e a mudança . Mas a maioria das pessoas tem dificuldade em encontrar a concentração e o relaxamento necessários. Muitas vezes, você procura um local tranqüilo, harmonioso, que crie um ambiente propício para entrar em sintonia com o eu interior e silenciar a mente, mas não encontra. Para relaxar, precisamos nos distanciar do mundo, esquecer do nosso cotidiano. O espaço para meditação facilita este distanciamento , disse Mascaro.

Espaço em casa
Esse espaço pode ser montado em um jardim ou um cantinho da sua casa com algumas mudanças simples. Para começar, deve-se escolher um local tranqüilo, onde não haja barulho, nem interrupções. O silêncio e a temperatura são fatores importantes para uma boa concentração. Devemos lembrar que não pode haver muita circulação de pessoas no local, para não haver influências de energia. Se o espaço for provisório, é recomendado que se purifique o local. Uma mesa coberta com uma toalha, vaso com flores, tapetes, almofadas, incenso e velas para deixar o local como um lugar de adoração ao divino, de encontro com o místico. A terapeuta Ayurveda Márcia de Luca diz que cada pessoa deve fazer aquilo que gostar: Para se fazer um espaço de meditação, é necessário apenas ter um local e vontade. Cada um é único e deve usar como decoração objetos e elementos que remetam a algo positivo .

Altares
O altar é um dos elementos, geralmente, presente em espaços para prática de yoga e meditação. As estátuas, fotos e mandalas são colocadas de acordo com a crença de cada um. Segundo a Vedanta, O altar representa o altar do coração. Este altar deve ser dedicado ao Espírito Supremo que é a Alma de nossas almas e cuja natureza é a Existência Absoluta. O altar é dedicado à luz refulgente do Sol da Infinita Sabedoria que dissipa as trevas da ignorância de coração humano e cujo nome é o eterno verbo Om . Não indica algo individual, mas sim, o Infinito Espírito que é a origem de todas as manifestações pessoais e Encarnações Divinas. Um adorador de Cristo deve imaginá-Lo colocado sobre este altar; um devoto de Buda, Krishna, Shiva, Vishnu, Yavé, ou Alá, deve pensar que seu Ideal ocupa esse altar simbólico de coração. Da mesma forma, o fiel a Sri Ramakrishna, a Sai Baba, ou à Divina Madre, ou ao Espírito Supremo, com qualquer nome que seja, deve colocar igualmente seu ideal nesse altar. Em cada caso, deve recordar sempre que este altar é como o símbolo do coração do devoto . A terapeuta corporal e personal trainer Érica Sanfelice, 30, montou um altar há oito anos em seu quarto. Uso ele para meditar e praticar yoga. Meu altar está crescendo cada vez mais, porque coloco nele todas as coisas que me inspiram , contou.

Manter um espaço como esse em casa é importante para melhorar a prática da meditação. O local ajuda você a ter mais disciplina. Você começa a gostar de ficar ali, e se dedica cada vez mais , comentou Márcia. Outro motivo é que a prática gera uma energia da egrégora da meditação cada vez mais forte, melhorando a concentração . Érica concorda com o poder espiritual do local. Comecei com um Budha e o altar foi crescendo. Resolvi ter um local de meditação para me lembrar do divino. Toda vez que passo por ele, faço reverência. Conforme você medita você vai dando força ao altar, tornando-o cada vez mais sagrado . O importante, então, não é se prender aos modelos pré-moldados de espaços zen ou altares. O essencial é montar um cantinho confortável, com elementos que gerem atitudes positivas e que o façam sentir preparado para entrar em contato com você. O altar é uma ferramenta importante. Uma conexão de amor, de adoração, de conexão com o seu dia , finalizou Érica Sanfelice.

PUBLICIDADE