6 filmes indicados ao Oscar 2019 que nos motivam a não desistir de sonhar

A sétima arte pode servir como inspiração em momentos em que não acreditamos em nós mesmos

POR KALEL ADOLFO - PUBLICADO EM 15/02/2019

Há alguns anos, assisti ao filme "Pequena Miss Sunshine". A história é sobre uma menina de nove anos chamada Oliver, que sonha em participar de um concurso de beleza, mas não possui os padrões físicos para vencê-lo. Ao invés de mergulhar em dietas, a personagem está mais preocupada em se alegrar com sorvetes e coreografias desengonçadas. Seu espírito é livre e espontâneo, mas nem sempre isso nos abre portas.

PUBLICIDADE

Assim como muitos, me identifiquei com a carismática personagem que, apesar de não ganhar um título de "miss", acaba aprendendo que aceitar a si mesma já é uma grande vitória. Quando nos sentimos desmotivados, são obras como esta que podem reacender nossa esperança em conquistar o que quisermos, sem mudar o que somos.

A sétima arte não é apenas uma experiência narrativa. Ela também é uma plataforma de mensagens. As imagens e sons que observamos carregam um potencial transformador e evocam sentimentos que podem permanecer dentro de nós por muito tempo, reduzindo crenças limitantes e ampliando nossa visão sobre a vida.

Pensando nisso, separamos seis filmes indicados ao Oscar 2019 que retratam personagens com grandes sonhos e numerosos desafios. Nem sempre conseguiremos superá-los, mas o trajeto que percorremos é tão importante quanto o destino final. Veja a seguir:

1. Nasce uma estrela

Dirigido por Bradley Cooper, a obra acompanha a trajetória de Ally (Lady Gaga), uma aspirante a cantora que trabalha como garçonete durante o dia, e a noite, apresenta-se em bares pela cidade. Apesar de ter uma grande voz, ela enfrenta diversos desafios que impedem a construção de sua carreira.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Os produtores musicais que lhe dão alguma chance apreciam seu talento, mas dizem que ela nunca poderá atingir o estrelato por conta de sua aparência. As inseguranças e frustrações permeiam a vida da personagem, fazendo com que ela não acredite em seu potencial.

Entretanto, ao encontrar alguém que confia em suas forças, os rumos de sua vida são alterados, e ela encontra inspiração para batalhar por seus objetivos. A vida está repleta de situações que desfazem nossas esperanças. Por isso, é importante cultivar a autoestima, para que possamos absorver aprendizados em momentos de adversidade.

Com oito indicações ao Oscar, incluindo a de melhor filme, "Nasce uma estrela" fala sobre as nossas batalhas internas, e encanta os espectadores com canções que abordam temas universais, como a busca por um sentido maior em nossas vidas e a necessidade de pertencimento que todos enfrentamos em algum momento.

2. Infiltrado na Klan

Baseado em fatos reais e indicado a seis Oscars, a obra do diretor Spike Lee (responsável por "Her" e "Malcolm X") apresenta a história de Ron Stallworth, um policial negro do Colorado que conseguiu se infiltrar na Ku Klux Klan, uma organização racista que surgiu no século 19, com o intuito de defender a supremacia branca. O clã realizava ataques violentos contra a população negra, intimidando a todos com suas vestimentas fantasmagóricas.

Para possibilitar a façanha, ele comunicava-se com os membros do grupo por telefone e cartas. Para os encontros presenciais, ele enviava um policial branco em seu lugar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Isso aconteceu em 1978, período marcado por um racismo desenfreado nos Estados Unidos. Para tornar-se policial, Ron enfrentou uma onda de preconceitos em seu local de trabalho e nas ruas. Apenas quem passou por discriminação sabe o quanto as palavras de ódio podem nos destruir por dentro.

Entretanto, a ambição e perseverança levaram o policial, interpretado por John David Washington (filho de Denzel Washington), a conseguir sabotar diversos crimes orquestrados pelo grupo.

Apesar da temática indigesta, o longa carrega muito senso de humor que, acoplado à ironia, nos faz entender o posicionamento do diretor diante das reflexões sociais propostas, sem recorrer ao panfletarismo.

"Infiltrado na Klan" encontra o equilíbrio entre a sutileza e a transparência, para demonstrar que o período em que vivemos compartilha mais semelhanças do que imaginamos com um passado marcado pela intolerância.

3. O Retorno de Mary Poppins

Continuação do clássico de 1964, "O Retorno de Mary Poppins" conta a história de uma babá com poderes mágicos que desce dos céus para ajudar Michael, que sofre pela morte da esposa. Ele tem três filhos, que também estão abalados pela perda.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Dirigido por Rob Marshall (que também realizou o musical Chicago), o filme conta com uma direção de arte vívida e eletrizante, com cores e cenários que nos remetem aos sonhos que tínhamos quando éramos crianças. A atmosfera de magia contagia, e nos convida a resgatar as aspirações e curiosidades que podemos perder com o passar dos anos.

Na obra, música e esperança caminham juntas para formar uma narrativa que reflete sobre a importância das pessoas que amamos em momentos atordoantes. O longa está indicado a quatro Oscars.

4. Green Book

Ambientado em 1962 e dirigido por Peter Farrelly, a obra conta a história de Tony Lip (Viggo Mortensen), um italiano que após perder seu emprego, aceita trabalhar como motorista para Don Shirley (Mahershala Ali), um pianista negro que está alcançando sucesso nos Estados Unidos.

Apesar de ter prestígio no norte, o musicista está disposto a obter o respeito do Sul, região conservadora do país. Para isso, ele precisa acreditar em si mesmo, a fim de sobreviver a situações que ferem sua identidade.

O racismo se intensifica na medida em que o personagem adentra as cidades americanas tradicionais em sua turnê. Entretanto, a amizade construída entre Tony e Don Shirley acaba se tornando um filtro contra a intolerância.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

O pianista interpretado por Mahershala Ali é um homem consciente de seus dons, que persegue seus sonhos por ter conhecimento sobre o legado que ele deseja entregar às artes. Suas inspirações e valores guiam seus objetivos, o que mantém sua integridade intacta. O filme está indicado a cinco Oscars.

5. Bohemian Rhapsody

A história de Freddie Mercury e a banda Queen está indicada a cinco Oscars neste ano. A revolução musical que os integrantes do grupo proporcionaram ao mundo mudou o cenário do rock permanentemente.

No longa metragem, acompanhamos os riscos que a banda assumiu ao propor projetos ambiciosos que fundiam gêneros musicais distintos. As canções do Queen foram de encontro às expectativas do público e das rádios, o que redefiniu o conceito por trás do hit. É possível alcançar o estrelato, sem repetir fórmulas de sucesso.

Por outro lado, a obra também nos dá acesso aos conflitos internos de Freddie Mercury. O cantor precisou passar por um processo de autoaceitação para acolher sua teatralidade, sexualidade e estilo extravagante. Porém, ao fazer isso, cravou seu nome na história como uma das personagens mais emblemáticas da indústria fonográfica.

6. Pantera Negra

Há alguns anos, a representatividade em um filme de super-heróis era quase nula. O conservadorismo fez com que a diversidade e as minorias permanecessem por muito tempo fora dos holofotes. E neste ponto, "Pantera Negra" chegou para revolucionar o cenário comercial.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Ao trazer um elenco negro como protagonistas de uma produção blockbuster, o diretor Ryan Coogler fez milhares de pessoas se sentirem pertencentes a um evento excepcional. Ao trazer a beleza e importância da cultura africana para o mundo, a obra inspirou muitos a celebrar a própria identidade.

O cinema de heróis constrói a idealização de um mundo justo, onde as adversidades podem ser combatidas por entidades dotadas de poderes sobrenaturais. Entretanto, essa concepção torna-se muito mais completa quando todos podem participar dela.

O caminho da representatividade ainda está em seus estágios iniciais. Entretanto, é importante que os passos iniciais ocorram. Desta forma, todos podemos sonhar em sermos o que quisermos: Heróis, heroínas ou vilões.

Cobertura do Oscar 2019

Para conferir quem serão os vencedores e ficar por dentro de tudo o que cerca o Oscar 2019, acompanhe a cobertura do Adoro Cinema clicando aqui.