Meditação e Yoga fazem você ser mais resistente ao estresse

A prática de meditação e Yoga são capazes de até mesmo influir em hormônios relacionados ao bem estar

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 04/04/2018

O estresse está presente diariamente em nossas vidas, seja no trabalho, nas responsabilidades familiares ou nos conflitos do dia a dia. Em excesso, ele pode acarretar em diversos problemas físicos e mentais. E para nos tornarmos mais resistentes à ele, assumindo um maior autocontrole, praticar meditação e Yoga podem ser uma alternativa. É o que um estudo publicado pelo periódico Frontiers in Human Neuroscience comprova.

PUBLICIDADE

Analisando 38 participantes antes e depois de um retiro para meditação e Yoga que durou 3 meses, foi possível concluir que as práticas impactaram positivamente alguns componentes do cérebro, como a BDNF, proteína que auxilia na sobrevivência neuronal e na formação de novos neurônios. Houve melhoras no nível de produção de cortisol, hormônio que é liberado em resposta ao estresse, e em nossa imunidade. Tudo isto somado à sensação de bem-estar presente em todos praticantes da atividade. Uma dieta vegetariana também foi seguida pelos participantes durante o retiro.

Além disto, foram realizados testes psicométricos com orientação para diversos assuntos, incluindo 'Mindfulness', absorção dos acontecimentos, depressão e ansiedade. Após os testes serem aplicados com o intuito de mapear o estado mental de cada participante, ainda foi investigada a relação entre melhorias psicológicas e mudanças biológicas.

Os dados mostraram que a participação no retiro foi associada à redução de ansiedade e depressão, além de melhorias na concentração, que culminaram em mudanças biológicas envolvendo um aumento nos níveis de plasma da proteína BDNF. O aumento dos níveis de plasma neste hormônio exerce um papel positivo em nosso aprendizado, memória e em processos complexos como a imunidade, regularização do humor, respostas cerebrais ao estresse e até mesmo em nosso metabolismo.

A prática de Yoga no retiro consistia em adotar posturas físicas corretas, praticar o controle da respiração e meditar sentado, repetindo mantras, esvaziando a mente e focando em sensações corporais.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Como você pode praticar a meditação sozinho

Porém, nem sempre temos a oportunidade de estar em um retiro para meditação, ou frequentar aulas de Yoga. Por isto, separamos algumas dicas para que você possa acalmar sua mente em casa:

  • Escolha um local tranquilo para meditar, onde não haja barulho, nem interrupções. O silêncio e a temperatura são fatores importantes para uma boa concentração
  • Sente na chamada pose de índio (ou posição de lótus), com a coluna reta e as pernas cruzadas. Feche os olhos e focalize o fluxo de ar que entra e sai de seus pulmões
  • Em uma posição confortável e com os olhos abertos, mentalize pontos positivos da natureza humana, como perdão, bondade, generosidade, compaixão e amor incondicional
  • Você também pode investir na decoração, colocando um vaso com flores no ambiente, tapetes, almofadas, incenso, mesas cobertas com panos e velas para deixar o local com uma atmosfera mística e espiritualizada
  • Distancie-se do mundo exterior e esqueça seu cotidiano no momento de meditação