Homem negro chora ao encontrar curativo do seu tom de pele

Mensagens viralizaram e alcançaram mais de meio milhão de curtidas

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 29/04/2019

Por meio de sua conta no Twitter, o americano Dominique Apollon, 45, compartilhou que pela primeira vez em sua vida, encontrou um curativo com a cor de sua pele. Segundo o pesquisador da Universidade de Stanford, o fato inusitado o emocionou, pois é difícil para pessoas negras se sentirem representadas nos detalhes mais simples do cotidiano.

PUBLICIDADE
Foto/Reprodução: Twitter (@ApollonTweets)
Foto/Reprodução: Twitter (@ApollonTweets)

As mensagens, acompanhadas da imagem do "band-aid", foram postadas na rede social e rapidamente viralizaram, sendo curtidas por mais de 500 mil pessoas. "Você mal pode percebê-lo na primeira imagem. De verdade, estou segurando as lágrimas", escreveu Dominique no Twitter.

"É um sentimento de pertencimento. Como se sentir valorizado. Tristeza pelo meu eu mais jovem e milhões de crianças de cor, especialmente crianças negras. Como um lembrete de inúmeros espaços onde minha pele ainda não é bem-vinda. Temida. Odiada", desabafou em um dos tweets.

Após a grande repercussão, Dominique disse nas redes sociais que estava feliz pelo alcance da publicação, que provocou amor, introspecção, empatia e ações conscientes nos outros.

Entenda a importância da representatividade

Recentemente, a Disney anunciou a produção de um filme protagonizado por uma princesa africana. O projeto recebeu elogios do público, e é importante para a população negra, que ainda é discriminada e oprimida em diversas áreas, incluindo o entretenimento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Para entender por que a representatividade é importante para a saúde mental das pessoas, confira nossa matéria sobre o caso.