Estudo revela conexão entre seu ex e o atual parceiro

Cientistas acompanharam casais por nove anos para chegar ao resultado

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 13/06/2019

Você provavelmente já notou que o seu ex compartilha traços semelhantes com a pessoa que você está atualmente. E isso não é coincidência. Segundo um estudo divulgado pelo The Guardian, nós escolhemos nossos parceiros românticos de acordo com o quanto eles se parecem com nós mesmos.

PUBLICIDADE

Para o autor do estudo, os resultados sugerem que as pessoas sempre acabam se relacionando com um único tipo de indivíduo. Quando temos consciência disso, podemos tomar escolhas mais assertivas que possam garantir o sucesso de futuras relações.

Como o estudo foi feito

Os pesquisadores acompanharam um grupo de pessoas por nove anos, e realizaram uma série de entrevistas com elas durante esse tempo. Elas foram questionadas sobre seus níveis de extroversão, responsabilidade e neuroticismo. Durante esse período, alguns dos componentes da pesquisa terminaram namoros e encontraram novos parceiros, que também responderam aos questionários da pesquisa.

Juntando as respostas de 332 participantes (mais as de seus parceiros antigos e atuais), os cientistas notaram alguns padrões de comportamento. Descobriu-se que as pessoas escolhiam namorados(as) que se comportavam de forma semelhante a elas mesmas.

Como consequência, todos os parceiros das pessoas envolvidas na pesquisa eram parecidos em comportamento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Conclusões

De acordo com os autores, os dados provam que os opostos não se atraem. Na verdade, para que uma relação tenha sucesso, é necessário que as pessoas compartilhem visões de mundo semelhantes, para que ocorra afinidade.

O próximo passo do estudo é descobrir por que as pessoas realizam o raciocínio de escolher pessoas semelhantes a elas mesmas.

Como superar o seu ex

Muitas vezes, o passado continua a impactar nosso presente. Entretanto, é possível superá-lo e seguir em frente, buscando novas vivências. Para descobrir como, veja um estudo científico que conta a melhor maneira de superar o ex.