Cartilha ensina meninas a identificarem namoro abusivo

Documento aborda o assunto de maneira leve, para encorajar a reflexão em quem esteja passando pelo problema

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 17/06/2019

Notar que estamos em um relacionamento abusivo é uma tarefa complexa. Isso porque os sinais não são explícitos. É necessário atentar-se aos detalhes para perceber se estamos sendo controlados ou desrespeitados pelo parceiro. Pensando nisso, Valéria Scarance, promotora de Justiça do Ministério Público de São Paulo, criou uma cartilha chamada "Namoro Legal".

PUBLICIDADE

O documento, disponível no site do Ministério Público, conta com sete dicas práticas para que as jovens consigam identificar se um vínculo amoroso está se tornando tóxico. Para tornar a leitura leve e didática, as palavras "violência", "vítima" e "agressor" não foram utilizadas no texto.

A ideia é que meninas que estejam sendo dominadas pelo parceiro possam perceber a situação, e então mudar suas realidades.

"Nós, que trabalhamos com a luta pela igualdade de gênero, percebemos a necessidade de conversar com as jovens de um jeito diferente. E a cartilha surgiu dessa forma", explicou Valéria em entrevista à revista CLAUDIA.

Ainda de acordo com a promotora, por mais que as dicas sejam descontraídas, elas carregam uma mensagem muito poderosa e importante. O objetivo é que a cartilha sirva como um instrumento de prevenção a relacionamentos abusivos, fazendo com que as jovens mulheres reflitam sobre suas relações, defendam seus limites e, em casos mais graves, impeçam a evolução dos abusos, que podem se estender até a violência física.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

O que é e como identificar uma relação abusiva

Um relacionamento abusivo é toda e qualquer relação onde uma pessoa exerce poder excessivo e contínuo sobre a outra pessoa, gerando no outro uma dependência, aprisionamento, medo, insegurança e receio de ser ele (a) mesmo (a) e impedindo de alguma forma que este outro possa se expressar e agir por ele mesmo.

Além das dicas divulgadas pelo Ministério Público, existem outros indícios que podem sinalizar um relacionamento abusivo. Para saber quais, veja a nossa matéria sobre o assunto, escrita pela psicóloga Raquel Baldo.