Anônimo e mais 1 pessoa perguntaram:

Não ter animo para fazer as coisas, e fazê-las por obrigação é sintoma de depressão?

  • Respondido em 04/04/2014
    Dr. Persio Ribeiro Gomes de Deus Psiquiatria - CRM 31656/SP
    especialista minha vida
    Olá,

    Pode ser sintoma de depressão sim, mas pode ser que as coisas que tem que ser feitas não tem nada a ver com você, não te motivam, não te interessam, não te alegram; então passam a ser um "peso" . Há um provérbio oriental que diz o seguinte " trabalhes no que realmente gostas e não terás que trabalhar um dia sequer ". Quando fazemos uma atividade por gosto, por amor , por paixão, ela deixa de ser obrigação para ser vocação. ( mas se com tudo isto se tornar obrigação, pode ser um sintoma de depressão )

    PUBLICIDADE
  • Respondido em 22/05/2015
    Sinara da Silva Guerra Psicologia - CRP 16748/RS
    Olá,

    A falta de ânimo é sintoma para diversas doenças, inclusive para a depressão. A pessoa deprimida vê o mundo inteiro a sua volta sem graça, como se estivesse com uma lente cinza, com a qual não enxerga as cores da vida. Fazer mais é significado de talvez se frustrar ainda mais, então muitas vezes decide não fazer, e simplesmente deixar as coisas como estão. Aquelas coisas que não adianta, é preciso fazer, aí se faz um esforço enorme para executar, mas sem acompanhamento e tratamento, até mesmo as coisas que se faz por obrigação podem acabar deixando de lado.

  • Respondido em 21/08/2017
    Adriana de Araújo Psicologia - CRP 56802/SP
    especialista minha vida
    Olá,

    Podem ser sintomas de depressão. Porém, outras doenças podem levar a esse mal estar emocional. Por isso, o ideal é investigar o que sente e ter certeza que um profissional poderá fazer um diagnóstico adequado para um tratamento completo.
    O tratamento ideal para superação e cura da depressão é multi disciplinar; envolve atendimento médico e psicológico. A medicação é um parte do tratamento e não o tratamento completo. É preciso mudar a mente, as escolhas e ações para que tudo funcione bem para melhoria e resultado final de cura. Por isso, é importante entender se há mesmo um quadro depressivo ou não.
    Depressão é distúrbio psíquico que determina períodos de tristeza e baixa de energia, tendo como associação questões reais ou imaginários. As vezes, acontecem após uma grande perda, um momento difícil, alguma limitação mais marcante, dificuldade de lidar com a realidade, mudanças e problemas para conseguir se adequar e adaptar.
    Sintomas mais comuns:
    - envolve uma distorção do pensamento (que podem ser confusões sentimentais);
    - baixa de energia;
    - falta vitalidade para agir e pensar;
    - as ideias são mais ligadas a questões passadas e no que já se viveu;
    - perda da concentração no momento presente;
    - normalmente, a dor de algo ruim permanece no presente, como se não houve tido uma “atualização” da mente, e com isso, o que é dor passada, passa a ser vivida como dor presente e sem capacidade de ação, pois o passado não se muda, só a percepção dele;
    - tristeza;
    - pode acontecer choro e angustia;
    - algumas pessoas com depressão relatam sentir muito medo, pois se sentissem desamparadas.
    Os profissionais qualificados e especialistas para o tratamento são: psiquiatras e psicólogos. Em alguns casos se faz necessário o uso de medicamento para combater o problema. E somado a isso, sessões de psicoterapia. Explicando de modo simples e preciso: a medicação ajuda que a mente funcione melhor e as sessões são direcionadas para o encontro do bem estar, a solução de problemas e adaptação ao que se faz necessário.
    Para quem sofre com o problema é fundamental entender quais pontos lhe causam maior preocupação. Como você lida com a ansiedade e problemas do seu dia a dia? Como você tem organizado suas ações para que possa combater a tensão, desânimo e pensamentos negativos?
    Para alívio e cura dos sintomas, sugiro técnicas de relaxamento corporal, respiração, atividade física, hipnose, meditação, psicoterapia e uma boa avaliação com um médico ou psicólogo que será capaz de indicar um tratamento qualificado para você. Uma dessas técnicas, como a hipnose, por exemplo, ou mais quando combinadas e indicadas por um profissional qualificado surtirá efeito na cura e bem estar. Sua melhora virá e os benefícios serão rapidamente sentidos.
    O meu livro: O Segredo Para Vencer a Depressão - Ed. Universo dos Livros, pode ser um bom aliado para o processo e bem estar e cura. Ali você encontrará informações e ferramentas para o bem estar e melhoria pessoal.
    Tenho também no mesmo site: curadalma um áudio de hipnose para combater a depressão e outro para se curar da ansiedade. A ideia é que a pessoa possa ter mais uma ferramenta ou técnica complementar ao tratamento para obter mais rapidamente a cura.
    A depressão tem cura e merece atenção e tratamento.
    Boa sorte! Sucesso naquilo que você busca e até breve!

    PUBLICIDADE