Proteja seu filho das doenças de inverno

Deixe as crianças aproveitarem o friozinho longe da gripe e outros problemas

POR LAURA TAVARES - ATUALIZADO EM 17/06/2013

Basta chegar a estação mais fria do ano para hospitais e prontos-socorros ficarem ainda mais cheios. O público mais afetado? Idosos e crianças, donos de um sistema imunológico mais frágil.

Segundo o pediatra Sylvio Renan Monteiro de Barros, da MBA Pediatria, em São Paulo, ao nascer, criança herda a imunidade da mãe e, por isso, a amamentação exclusiva até os seis meses é fundamental. Por volta dos sete meses, ela começa a desenvolver o próprio exército de anticorpos. "A partir dos quatro anos, a imunidade começa a ficar fortalecida", afirma o especialista. Mas ainda que reforçada, ela nem sempre é suficiente para barrar as principais doenças de inverno. Por isso, fique atento aos principais problemas da época e saiba como proteger seu filho.

Alergias respiratórias

"Crianças com rinite, bronquite e asma tendem a apresentar crises da doença na estação mais fria do ano", afirma o pneumologista pediátrico Clóvis Eduardo Tadeu Gomes, da Unifesp. "Isso acontece porque o ar fica mais seco e com a poluição mais concentrada no inverno".

Para manter esses problemas sob controle, o especialista recomenda fazer lavagem nasal com soro fisiológico diariamente e limpar a casa regularmente para eliminar ácaros e outros desencadeantes alérgicos, dando atenção especial ao local em que a criança dorme. Outro cuidado importante é evitar mudanças bruscas de temperatura, cobrindo a boca o nariz da criança com um cachecol ou a gola da blusa sempre que sair de casa.