Proteja seu filho das doenças de inverno

Deixe as crianças aproveitarem o friozinho longe da gripe e outros problemas

POR LAURA TAVARES - ATUALIZADO EM 17/06/2013

Basta chegar a estação mais fria do ano para hospitais e prontos-socorros ficarem ainda mais cheios. O público mais afetado? Idosos e crianças, donos de um sistema imunológico mais frágil.

Segundo o pediatra Sylvio Renan Monteiro de Barros, da MBA Pediatria, em São Paulo, ao nascer, criança herda a imunidade da mãe e, por isso, a amamentação exclusiva até os seis meses é fundamental. Por volta dos sete meses, ela começa a desenvolver o próprio exército de anticorpos. "A partir dos quatro anos, a imunidade começa a ficar fortalecida", afirma o especialista. Mas ainda que reforçada, ela nem sempre é suficiente para barrar as principais doenças de inverno. Por isso, fique atento aos principais problemas da época e saiba como proteger seu filho.

Amigdalite

A inflamação das amídalas, conhecida como amigdalite, é muito comum, especialmente em crianças. Embora a função das amídalas seja filtrar micro-organismos, a sobrecarga de germes pode fazer com que fiquem inchadas e causar dificuldade de engolir, dor de garganta, febre, dor de ouvido e até alterações na voz. Se a infecção atingir a garganta e regiões próxima a ela, pode causar também uma faringite.

Para se prevenir do problema, recomenda-se manter a imunidade nas alturas, ou seja, cultivar uma alimentação balanceada com grande variedade de frutas, legumes e verduras. Se a criança já estiver com o problema, deve investir em alimentos e bebidas frios, para desinchar as amídalas. Fazer gargarejo também pode proporcionar sensação de alívio.