Adolescentes expostos à nicotina no útero têm maior perda de audição, mostra estudo

Cientistas notaram que problemas de audição são maiores em filhos de mulheres que fumaram na gravidez

POR REDAÇÃO - PUBLICADO EM 24/06/2013

Fumar é mais do que contraindicado na gravidez, é praticamente proibido! Justamente por que a nicotina atravessa a barreira da placenta e expõe a criança a diversos problemas como asma, doenças cardiovasculares e muito mais. Além de ser uma causa comum de abortos espontâneos, prematuridade e baixo peso fetal. E mais um problema pode ser adicionado à lista: a perda de audição, de acordo com estudo publicado dia 20 de julho no Journal of American Medical Association.

Os cientistas examinaram 964 jovens com idades entre 12 e 15 anos, e cerca de 16,2% deles apresentavam exposição pré-natal à nicotina. Esses adolescentes tinham maiores taxas de menor audição unilateral em baixa frequência, além de outros indicadores de menor capacidade de escutar que os outros jovens estudados. Para os pesquisadores, isso pode ser um indicativo de que o tabaco durante a gestação pode prejudicar também a formação do sistema auditivo do feto.

Hábitos que acabam com a saúde na gravidez
Não é só fumar que pode fazer mal ao seu bebê, outros hábitos como uma alimentação não balanceada, falta de hidratação, entre outros problemas. Confira oito inimigos da saúde na gestação:

Diabetes gestacional

Cultivar uma alimentação balanceada, rica em vitaminas e minerais, é uma das formas mais eficazes de combater o diabetes gestacional e fortalecer o sistema imunológico. Os perigos da doença incluem pressão alta, acúmulo excessivo de líquido amniótico (que pode distender demais a barriga da gestante), mortalidade fetal e malformações.

Isso não significa, entretanto, restrições à mesa: frutas, verduras, legumes, hortaliças, carboidratos, proteínas e gorduras devem formar pratos muito coloridos. "Não se esqueça também de comer a cada três horas, o que evita crises de fome e de hipoglicemia", afirma a médica.

A especialista aconselha ainda que sejam evitadas refeições com muitos condimentos ou temperos em cubinhos, que pioram os enjôos e agravam a hipertensão. Alimentos crus são outra ameaça, porque podem transmitir toxoplasmose e verminoses.